Decreto que proíbe eventos com mais de 3 mil pessoas no Amazonas entra em vigor

Festa clandestina encerrada durante fiscalização em Manaus. — Foto: Divulgação/SSP-AM

Entrou em vigor, nesta quarta-feira (15), o decreto estadual que proíbe a realização de eventos com mais de 3 mil pessoas no Amazonas. A medida vale até 15 de janeiro.

O Comitê de Enfrentamento à Covid-19 do Amazonas definiu as novas regras após dados epidemiológicos indicarem aumento nos casos de Covid, além do surgimento da variante ômicron.

Nessa terça (14), o estado confirmou mais de 200 novos casos de Covid e quatro mortes. O número de vidas perdidas passa de 13,8 mil.

Além dos novos limites, o comitê também decidiu aumentar o valor máximo da multa para organizadores que descumprirem protocolos sanitários de R$ 50 mil para R$ 500 mil.

O comitê também vai recomendar que não sejam realizados eventos públicos de comemoração de Natal e ano novo pelas prefeituras.

Além de limitar a lotação de eventos a três mil pessoas, a capacidade física dos espaços deverá ser de no máximo 50%.

“São 30 dias para que nós possamos avaliar a evolução da Covid-19, aqui nessa sazonalidade, e também qual vai ser o comportamento dessa nova variante (ômicron). É muito importante a gente retroceder agora para lá na frente não perder o controle da transmissão do vírus aqui no estado”, disse o secretário de Estado da Saúde, Anoar Samad.

 

Até o momento, o Amazonas não tem registro de casos da nova variante ômicron. O governo informou que vai intensificar as ações de vacinação e inicia busca ativa nas regiões do estado com menores percentuais de população imunizada.

Com informações do g1

você pode gostar também