Deputado parabeniza equipe de saúde da Ala Indígena do Hospital Nilton Lins

Nesta terça, a primeira paciente internada recebeu alta. Trata-se de Apolonia Zapata, indígena venezuelana da etnia Warao

Manaus (AM) – O deputado Saullo Vianna (PTB) parabenizou a equipe médica da ala indígena do Hospital de Combate à Covid-19 da Nilton Lins, em Manaus. Nesta terça-feira (2), a primeira paciente internada recebeu alta. Apolonia Zapata, indígena venezuelana da etnia Warao, deixou o hospital após sete dias de internação.

“Importante que o trabalho de qualidade dos valorosos médicos amazonenses também sejam prestados aos indígenas. Parabenizo a equipe do Hospital Nilton Lins e destaco todos os incansáveis profissionais da saúde do Amazonas que não estão poupando esforços para vencermos esta guerra contra o Covid-19”, destacou Saullo.

No Hospital Nilton Lins, os profissionais que atuam na ala receberam capacitação para realizarem assistência humanizada. Na equipe, há inclusive três médicos indígenas.

Além da equipe multiprofissional, existe também todo um trabalho social antes da alta hospitalar. A ala indígena tem 33 leitos clínicos e 20 de alta complexidade. Nesta terça-feira, três indígenas estão internados em enfermaria e quatro em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Entre os diferenciais do espaço estão a observação de hábitos alimentares, viabilização de protocolos clínicos e o compartilhamento de diagnósticos e condutas de saúde, respeitando as etnias e o quadro clínico de cada paciente.

Para proporcionar uma melhor adaptação dos indígenas ao tratamento hospitalar, o local conta com espaço destinado a um pajé, o que garante aos pacientes, além dos protocolos médicos convencionais, a possibilidade de acompanhamento tradicional, conforme cada cultura. As enfermarias, além de cama, contam com redes para preservar hábitos.

você pode gostar também