Detentos fazem agentes reféns durante rebelião em Manaus

Detentos da Unidade Prisional do Puraquequara, em Manaus, iniciaram uma rebelião com reféns na manhã deste sábado (2). Segundo a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), sete agentes penitenciários são feitos reféns. Não há informações sobre mortos.

A rebelião teve início por volta das 6h, durante o café da manhã, quando detentos serraram a grade de duas celas e avançaram nos agentes, diz a Seap. A UPP tem, atualmanete, 1.079 presos. Segundo familiares de presos, a rebelião é para exigir melhores condições dentro do presídio.

Fora das celas, os presos se aglomeram em torres que ficam localizadas na área externa do presídio, onde protestam com reféns. Ainda não há uma estimativa de quantos internos estão envolvidos no motim.

Já atuam no local o Grupo de Intervenção Penitenciária (GIP), forças de segurança da Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros.

Em maio do ano passado, durante um massacre que matou 55 detentos em diferentes presídios da capital, seis dos mortos estavam presos na Unidade do Puraqueqara.

Unidade Prisional do Puraquequara tem rebelião e agentes são feitos reféns — Foto: Carolina Diniz
Unidade Prisional do Puraquequara tem rebelião e agentes são feitos reféns — Foto: Carolina Diniz

A reportagem, parentes de presos que acompanham a movimentação do lado de fora do presídio afirmam que o grupo reivindica melhores condições. Eles denunciam também que é possível ouvir, em dias comuns, gritos de detentos pedindo água e comida. A Seap não comentou a denúncia.

Com informações do g1

você pode gostar também