Dois recém-nascidos são transferidos para UTI, após atuação da Defensoria Pública 

Foto: Secom.

Parintins (AM) – Na data de ontem (14 de agosto), a Defensoria Pública, a partir de atendimento das famílias de recém-nascidos, que se encontravam internados no Hospital Padre Colombo, obteve medida liminar para que os bebês fossem transferidos com urgência e internados em leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em Manaus.

De acordo com o Defensor Público atuante nos casos, Rafael Lutti, “os laudos médicos indicavam potencial de agravamento do quadro de saúde dos neonatos, de modo que não era segura a manutenção dos mesmos em Parintins, sem atendimento especializado, por mais de 24 horas”.

As decisões proferidas pela juízas Mychelle Martins Auatt Freitas e Juliana Arrais Mousinho, deferiram os pedidos da Defensoria Pública, para que o Estado do Amazonas fornecesse o transporte em UTI aérea aos pacientes neonatos, bem como disponibilizasse a eles leitos de UTI na cidade de Manaus, sob pena de aplicação de multa diária no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais).

O cumprimento das decisões ocorreu na manhã desta sábado (15 de agosto), com a realização da transferência dos recém-nascidos para a cidade de Manaus.

você pode gostar também