Drogas, álcool e abandono: casais trocam os filhos por noite de festa

Da Redação | 24 Horas

[email protected]


Um registro no Conselho Tutelar de Parintins preocupa e assusta. Pais usuários de drogas e bebidas álcoolicas estão abandonando os filhos para terem noites de festas. Os depoimentos revelam que muitos casais usam o auxílio emergencial para comprar os produtos álcoolicos e entorpecentes.

De acordo com o conselheiro tutelar, João Maurício Lago, na grande maioria dos casos, pais e mães são dependentes químicos e percebeu-se o uso de uma droga muito recorrente nos bairros, o Oxi. “É algo que a gente precisa refletir, algo que a sociedade parintinense precisa refletir”, alerta o conselheiro.

Os registros apontam que em muitos casos a compra de drogas e álcool é feita com o dinheiro do auxílio emergencial do governo federal. “As pessoas estão fazendo um uso indevido desse benefício e uma das situações que a gente presenciou muito é que pais e mães pegavam o recurso para ingerir bebida álcoolica ou fazer uso de outras drogas”, revela.

O uso de drogas e a embriaguez faz os pais negligenciarem seus filhos, o que leva a violência física, psicológica e abandono. João Maurício alerta que “abandono de incapaz é crime e pode ser dado voz de prisão”.

O conselheiro critica o comportamento irresponsável dos pais e pede que a família toda possa atuar nesses casos. Ele chama a atenção de casais com esse tipo de conduta. “Não terceirizem suas responsabilidades a avós, tios ou até pessoas desconhecidas. Tenham sobriedade e assuma suas responsabilidades”, concluiu.

você pode gostar também