Dupla que fez candidato refém em Mojuí (PA) integra organização criminosa

Adolescente de 16, foi apreeendido e jovem de 22 anos foi preso pela polícia (Foto: Dominique Cavaleiro/Globoesporte.com)

Segundo a polícia, o adolescente e o jovem são envolvidos em outros crimes.

Candidato foi feito refém juntamente com a família na manhã de domingo (25).

O jovem de 22 anos e o adolescente de 16, detidos durante uma tentativa de assalto a casa do candidato a prefeito de Mojuí dos Campos, oeste do Pará, são suspeitos de integrar uma organização criminosa, responsável por assaltos em Santarém e comunidades da região. Segundo a Polícia Civil, eles estão ligados diretamente a uma quadrilha altamente estruturada e perigosa que está atuando na cidade. Parte dela foi presa no dia 15 deste mês.

Além de praticarem o assalto em Mojuí, houve também um assalto em que os suspeitos foram reconhecidos no bairro Maracanã. Também houve um assalto na comunidade Perema dia 17 de setembro e o roubo de uma moto que os bandidos estavam utilizando. “A associação criminosa estava atuando na cidade nos mesmos modos operantes da organização criminosa presa na semana passada. A dupla tem ligação com essa quadrilha, que acaba recrutando outros elementos”, informou o delegado José Kleydson Castro.

Ainda conforme Castro, os assaltantes praticavam crimes sempre da mesma forma. Os criminosos faziam um levantamento dos locais e residências para saber se havia alguma quantia em dinheiro guardada para depois agir. Os assaltos também ocorreram em sua maioria na parte da manhã. “Esse levantamento é feito por pessoas de Santarém, que acabam recrutando os executores dos assaltos nas cidades vizinhas ou na capital do estado”, explica.

você pode gostar também