Edinho Silva diz que é necessário diálogo antes que apareça o “primeiro cadáver”

Ministro teme que disputas causem mortes no país. Foto:José Cruz/Agência Brasil

Em conversa com jornalistas na última quinta-feira (31/3), o ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Edinho Silva, afirmou que o clima de acirramento político no Brasil pode ficar pior se não surgirem alternativas de diálogo.

De acordo com a Reuters, Edinho falou com a imprensa após uma cerimônia em que a presidente Dilma Rousseff recebeu apoio de um grupo de intelectuais e artistas contra o processo de impeachment.

O ministro ponderou que a polarização política contaminou toda a sociedade. “Hoje estamos vivendo uma radicalização que eu acho que nem é o auge. Se algo não for feito acho que vamos viver algo no país que nunca foi vivido”, disse. “Vai piorar muito”, acrescentou.

Questionado sobre as declarações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Edinho explicou que o petista fala de modo “coloquial” e muitas vezes não é interpretado corretamente. “Não estou isentando ninguém da polarização política”, declarou.

“Precisamos da reunificação do país, não podemos deixá-lo ser fragmentado por conta de uma disputa política”, destacou. “Vamos fazer isso ou vamos esperar o primeiro cadáver? Porque ele vai existir, não tenha dúvida.”

você pode gostar também