Educação parintinense em luto pela morte de professora em acidente de trânsito

Da Redação | 24 Horas 

[email protected] 

A rede pública municipal de ensino está de luto, em virtude do falecimento da professora Nilciany Moura da Rocha, 50 anos, no início da noite de domingo (02/02). Ela foi vítima de acidente de trânsito, na Estrada Odovaldo Novo, e morreu, em consequência de traumatismo crânio encefálico. A professora dirigia uma motocicleta pela Estrada do Aninga e entrou na Odovaldo Novo quando foi surpreendida por uma moto sem farol, conduzida por autor desconhecido, no sentido Parananema/Cidade.

Governo do Amazonas 2

A violência do impacto entre os veículos fez Nilciany Moura bater em um poste, na pista da estrada. O motorista da moto que atingiu o veículo da professora não parou para prestar socorro. A vítima sofreu hemorragia pela boca e pelo nariz, conforme laudo do exame de necropsia feito pelo legista Jorge de Paula Gonçalves, no Instituto Médico Legal (IML). O velório ocorrerá, na Rua 1º de Janeiro, nesta segunda-feira (03/02) e segue para Manaus, na terça-feira (04/02), onde será sepultada.

Graduada em Licenciatura em Geografia pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Nilciany Moura era natural de Manaus e chegou ao município, em 2001, com a família, constituída por três filhos, além do companheiro, com quem viveu 25 anos de relacionamento. Desde 2017, a professora exercia o cargo de gestora da Escola Municipal São João Batista, no Rio Jacu, na calha do Uaicurapá. O secretário de educação, João Costa, lamentou a morte precoce da servidora pública.

você pode gostar também