Em entrevista, Luiza Brunet afirma que foi agredida pelo ex-namorado

A atriz Luiza Brunet afirmou, em entrevista ao jornal “O Globo”, que foi agredida pelo ex-namorado, o empresário Lírio Parisotto. Ela afirmou que prestou queixa no Ministério Público de São Paulo, com um laudo do exame de corpo e delito no Instituto Médico Legal (IML).

Segundo Luiza, Lírio se exaltou durante um jantar após ser perguntado se o casal iria a uma exposição de fotos. Ele respondeu que não queria ir pois, em outra ocasião, havia sido confundido com o ex-marido da atriz.

“Fui para Nova York acompanhá-lo para o evento Homem do Ano. Saímos do restaurante e pegamos um Uber. Ao chegar ao apartamento, ele me deixou dentro do carro e subiu”, disse ela.

Quando Luiza chegou ao apartamento, ela começou a ser agredida por Lírio com socos no olho, seguido de vários chutes. Segundo ela, o empresário a imobilizou quebrando quatro costelas dela. Luiza conta que começou a gritar pedindo ajuda e se trancou no quarto e só saiu de lá no dia seguinte, dia que voltaria para o Brasil.

“É doloroso aos 54 anos ter que me expor dessa maneira”, afirmou Luiza. “Mas eu criei coragem, perdi o medo e a vergonha por causa da situação que nós, mulheres, vivemos no Brasil. É um desrespeito em relação à gente. O que mais nos inibe é a vergonha. Há mulheres com necessidade de ficar ao lado do agressor por questões econômicas, porque está acostumada ou mesmo por achar que a relação vai melhorar”.

O relacionamento entre Luiza e Lírio durou quase quatro anos. De acordo com a “Forbes”, a fortuna do empresário de 62 anos está avaliada em US$ 1,2 bilhões.

você pode gostar também