Em Flamengo e Vasco no Tupyzão, ex-zagueiro Ronaldo Angelim marca três gols em Carlos Germano

Por José Brilhante – Especial para o Parintins 24 Horas

A programação iniciou as 16h do domingo (04), com o naipe feminino, representando os mesmos times do jogo principal, onde ex-jogadores famosos compareceram as 17h30min no estádio Tupy Cantanhede, palco de muitos fatos históricos do futebol amazonense, para jogar em um combinado local dos eternos rivais brasileiros.

Ronaldo Angelim, veio para Desafio das Paixões – alusão as disputas de torcidas de Vasco e Flamengo em Parintins – para representar o time em que ganhou o hexa do Campeonato Brasileiro em 2009, junto com Carlos Germano, ex-goleiro do Vasco da Gama e Neto Caraúbas, atleta de futsal e jogador de Seleção Brasileira da modalidade.

Alguns jogadores parintinenses que fizeram sucesso nos anos 1980 e 1990, como Nilo Filho, Ito Teixeira, Carneirinho, Fino, Kedson Matos e Boizinho, como tantos outros, também compareceram para compor os times.

O evento já vem sendo promovido a quatro anos entre os amigos da cidade, mas é a primeira vez que está trazendo nomes de notoriedade do futebol. A ideia de trazê-los, surgiu de uma conversa entre o organizador Alan Pimentel e o empresário dos respectivos jogadores, que passaram em Terra Santa-Pará, e aproveitaram para fazer uma parada em Parintins.

“Os dois times já vinham se preparando para o jogo. Pelo Flamengo o responsável estava o Cleandro Fontenelle, que treinavam junto com a seleção Parintinense Mastér, e pelo Vasco, o professor Carneirinho, onde treinavam nas segundas, quartas e sextas” fala Alan, continuando, “foi um jogo festivo, mas não deixamos a rivalidade sadia entre as torcidas”.

Logo na entrada do campo ainda no aquecimento, Ronaldo Angelin, relata à satisfação de ter encontrado a força do Flamengo na cidade: “Esperava encontra essa paixão que existe tanto aqui no norte como no nordeste. Nós sabemos que o torcedor do Flamengo é apaixonado e dou graças a Deus, porque sempre quando venho os jogos são lotados. E fico feliz por ter o carinho do torcedor e agradeço a eles por terem vindo”.  

Jogo principal

A torcida, vascaína entrou no estádio, cantando e com muito barulho, fazendo aquela disputa de batucadas com a torcida rival.

A bola rolou, e aos treze do primeiro tempo, com o jogo pegado e de muita marcação, não lembrando em nada um amistoso, Ronaldo Angelim, o convidado ilustre, jogando de atacante, abre o placar de cabeça, depois de um cruzamento da direta do companheiro de time, Cleandro Fontenelle.

No decorrer, Ronaldo, acabou se tornando a sensação da primeira etapa, marcando mais um gol, de um bola alçada na área do Vasco, com ele chutando de chapa para o fundo da rede vascaína, fazendo 2 a 0 para o Flamengo, quando o relógio já marcava o final da primeira etapa.

Ao segundo tempo começa na mesma pegada. Beto Pupunha, acaba fazendo o primeiro gol do Vasco, mas é anulado pelo árbitro com a prerrogativa de mão na bola antes da cabeceada para o fundo da rede flamenguista. Mas, não desistindo, aos 11 minutos, outra chance de diminuir a fatura surgiu, com um pênalti marcado para o Cruz de Malta. Beto Pupunha mais uma vez bate o pênalti e ameniza o prejuízo para 2 a 1.

Como o jogo sempre esteve lá e cá, a estrela de Ronaldo brilha mais uma vez, marcando seu terceiro gol de um cruzamento perfeito da esquerda aumentando a fatura para três a um. A partida terminou com a vitória do Flamengo por 3 a 2, com o último gol de Joelson para o Vasco, quase no apito final.

você pode gostar também