Em noite azulada, o rebuceteio é tribal: a cruz ou a espada? Dá ou desce?

Por Nárnia!

Os ânimos no mundo bovino, porém, tão dividido em azul e vermelho atingiram níveis vulcânicos nos últimos dias. As “majestades” do Reino Bumbalesco de Parintins e sua  nobre corte [ou seria corja?] estão sofrendo a eminência de uma outra compulsiva oriunda da “Revolta das Amásias” que pleiteiam a coroa e a quimérica condição de rainha em detrimento a real condição exercida nos alcoices da dignidade feminina copiosa de pretensões e regalias que só os nobres (mais abastados) podem proporcionar às humildes plebeias almejantes de ouro e prata, mas, que não valem, de fato, meia moeda de cobre furada. Nesse minueto contemporâneo, só não dança quem sabe o seu lugar! E a demanda do dia/semana é: a cruz ou a espada? Dá ou desce?

  ouvido

LANÇAMENTO

O Boi Caprichoso lançou na última sexta-feira, 22, em Parintins, o CD “Viva Parintins!”, a obra musical de 2016 para a disputa do bicampeonato da Francesa e do Palmares. Em noite de gala para a Nação Azul e Branca, que compareceu em massa ao curral Zeca Xibelão, um show especial foi organizado pelo Conselho de Artes. O veterano pajé azulado, Waldir Santana, emoldurado entre as tribos a som da [tosca] toada “Trigésima Dança” abriu o show que também contou com as participações do Levantador de Toadas, David Assayag; o Amo do Boi, Edmundo Oran; o Apresentador, Ornello Reis; o Tripa, Marquinhos Azevedo; a Rainha do Folclore, Brena Dianná e a Cunhã-poranga, Maria Azêdo.

Foto: Divulgação/Capa do CD
Foto: Divulgação/Capa do CD

 

LANÇAMENTO II

A festa de lançamento aconteceu sem o seu protagonista, ou seja, sem o CD “Viva Parintins!”, que estará disponível nas lojas Disco Laser a partir [previsão] do próximo sábado, 30, quando será realizado o lançamento em Manaus. Em terras Baré, o palco da festa será o Bar do Boi que este ano acontece no Clube da Assinpa. A presença de todos os itens oficiais está confirmada para o evento onde a Nação Azul e Branca residente na capital, e que não puderam ir a Parintins, poderão assistir o show apresentado no Zeca Xibelão.

LANÇAMENTO III

Havia uma expectativa de que seriam anunciadas as novas musas da Francesa e do Palmares, ou seja, a nova Porta-estandarte e a nova Sinhazinha da Fazenda. Algumas das pré-candidatas a item oficial desfilaram pelos domínios do Zeca Xibelão em plena e franca campanha. Muitos acenos, abraços, fotos e salamaleques distribuídos por todas na corrida pelo ouro azul: ser dona do estandarte ou da sombrinha do Boi Caprichoso. Mas, quem roubou a cena na festa de lançamento foi Ornello Reis.

LANÇAMENTO IV

Quem foi ao Zeca Xibelão na noite da última sexta-feira, 22, assistiu um Ornello Reis em noite de inspiração. O jovem apresentador do Boi Caprichoso comandou a festa de forma comedida, concentrada e altamente didática. Sem gritar, como fazia seus antecessores, apresentou o show como se estivesse ligado no automático e com o sistema atualizado, se isso será o bastante para vencer o rubro apresentador da Baixa só o tempo dirá, mas, que já é um grande avanço não se pode negar. Tinha muita gente, inclusive dentro do próprio conselho, que via nessa festa o teste decisivo para a sobrevivência do jovem no cargo. Quem apostou contra, perdeu!

papo

$ALGADO

O torcedor azulado que não se programou e tentou ir para a festa de Lançamento do CD do Boi Caprichoso e para o Boi de Rua, ambos os eventos em Parintins, realizados no último final de semana desistiu ao depara-se com os altos preços das passagens aéreas. Quem embarcou na aventura desembolsou, exatos, R$ 1.290.00 para passar um final de semana na ilha (ida na sexta-feira, 22, com retorno no domingo, 23), pelo mesmo valor o torcedor poderia viajar a Salvador ou a Porto Velho e ainda sobrava troco. Essa questão [passagens aéreas] sem sombra de dúvida é um dos gargalos do festival e uma das causas do entrave no crescimento do turismo na ilha, ou seja, só quem ama muito para encarar preços tão salgados.

$ALGADO II

Com o mesmo valor daria para 03 (três) pessoas irem e voltarem de Parintins na melhor lancha [do tipo ajato] do mercado. Se quisesse o torcedor poderia passar o fim de semana no 05 (cinco) estrelas  Tropical Hotel Ecoresort , em Manaus, acomodando 09 pessoas em 03 (três) quartos tendo incluso: café da manhã, wifi grátis, ar condicionado, TV à cabo, piscina de 32m² e banheiro privativo. Ou ainda hospedar-se com mais 07 (sete) pessoas em 04 quartos no luxuosíssimo Wyndham Garden Manaus, na Praia da Ponta Negra, por menos do valor das passagens para a ilha. Se o torcedor (a) for solteiro (a) e não beber: oxalá! Mas, se caso contrário, a despesa seria ainda maior. O fim de semana na ilha não sairia por menos de R$ 3 mil, se forem [o casal] econômicos.

VAI SOMANDO

Ponha aí na ponta do lápis: o táxi do aeroporto para à cidade (R$ 40); hospedagem (R$ 150); o tacacá do fim da tarde (R$ 10); as corridas de moto-taxi (R$ 20); camisa oficial do seu boi (R$ 50); o ingresso para a festa (R$ 30); café da manhã (R$ 10); almoço (R$ 25); uma visitinha no Expresso Parintins ou na Doce Lembrança (R$ 10); jantar (R$ 25); o lanche da madrugada pós-festa (R$10); se beber, no mínimo (R$ 200); se cheirar, no mínimo (R$ 100); se for gay [e otário] R$ 300, no mínimo, para pagar a multa do boy parintinense que, na sua grande maioria, são superfaturados [e sambados]; se for hétero [e velho] uns R$ 300 bastam para arrastar uma cunhatã viçosa e fogosa no final da noite.

GUETO

Depois de participar dos primeiros eventos bovinos na capital, o cretino colunista, literalmente, de segunda reforça sua tese: o Boi-Bumbá das grandes multidões tornou-se o Boi-Bumbá dos guetos. Somos, enquanto torcedores e admiradores do ritmo, uma tribo cada vez mais pequena e limitada, que nos reunimos em resistência, quase que clandestinamente, para curtir o que em comum nos agrada. Sob olhares tortos, desconfiados e sub julgadores estamos à beira da marginalização cultural e preferencial na cidade que é a principal cliente do Festival de Parintins.

GUETO II

Nessa luta de resistência temos sofridos grandes baixas e perdendo muitas batalhas. Enquanto guetos, ambos os movimentos lutam para fugirem da forca que a escassez de recursos lhe impuseram. A queda, absurda, do público nas festas bovinas é um problema vital e crucial: bilheteria não dá renda. O que tem salvo os eventos é o consumo, que por hora tem dado [a troncos e barrancos] para sanar os custos, porém, limita os organizadores de propiciar eventos de qualidade e dignos de quem pagou ingresso. Os atuais lugares onde são realizados os ensaios de Caprichoso e Garantido têm seus problemas estruturais, mas, cavalo dado [ou mais barato] não se reparam os dentes ou a falta deles.

CULPADOS

Nessa história não há um só inocente: somos todos culpados. Os movimentos são culpados por não terem feito, pela total falta de visão, o que deveriam quando arrecadavam rios [digo, sacos] de dinheiro em anos de pujante crescimento do Boi-Bumbá; Os presidentes dos boi são culpados por impor a lei do “Venha a nós e nada de nosso reino” aos que estavam logrados em Manaus a sustentar a coroa bovina em Parintins; Nós, os torcedores, em grande maioria,  somos culpados por aceitarmos tudo com muita complacência, fomos omissos ao não levantarmos contra os erros que levaram nosso ritmo a esta condição de gueto. Nossos governantes são culpados por surfarem na onda sem a prancha adequada e o resultados disso: tubos e caldos!

seo

– Curumi alesado de Deus onde você está?

– Aqui meu velho. Onde é o incêndio?

– Como você diz: no mundo bovino, porém, cão!

– Você está sabendo do ofício que foi enviado à SEC?

– “Cim”…”Cim”!

– O que achou do conteúdo?

– O Truque da Caetana!

– Hã? Não entendo esse teu dialeto “bichonês” curumim alesado. Pode traduzir?

– Conversa pra boi [da estrela] dormir.

– Ah, sim! Topas uma prova de fogo?

– Manda!

– Quem nasceu primeiro: o ovo ou a galinha?

– O curanchim!

– Quem vai sair?

– Quem nunca esteve dentro!

– Quem vai entrar?

– Quem nunca esteve fora!

– Quem vencerá: Garantido ou Caprichoso?

– Nenhum dos dois!

– Dará empate?

-Não!

– Então?

– Seu “cool” vai bem?

– Off Line.

– Acho que gabaritei a prova (e com louvor!).

orelha

A falta de segurança e o aumento da criminalidade em Parintins é tamanha que nem a padroeira da cidade, Nossa Senhora do Carmo, escapou das ações dos vândalos e criminosos: só na última semana a catedral dos parintinenses foi assaltada DUAS vezes. Cabe à santa recorrer à única autoridade que pode, de fato, lhe ajudar: o próprio Deus. Porque se for depender das autoridades municipal e estadual essa falta de respeito/crime será apenas mais uma no índice, cada vez maior, de roubos e furtos na Ilha Tupinambarana. Se não dispensaram nem a casa da santa que não faz mal a ninguém imagine a casa de um cidadão de bem. Tá difícil, parente!

rap

* Após a coluna da semana passada  houveram grandes rebuceteios matrimoniais em muitas residências da ilha. Tudo porque o cretino colunista revelou que amantes estariam em pé de guerra para tornarem-se itens, acendendo o sinal amarelo nas esposas bovinas. #RevoltaModeOn;

* O rebuceteio foi tão “discunforme” que teve esposa, inspirada nos parlamentares brasileiros, que disse ao seu marido: “Pela minha família, pela minha honra e por Deus eu voto sim [ao divórcio]: Canalha! Canalha! Canalha!”. #TodaAIlhaJaSabeEComenta;

* Não demorou muito para que as primeiras mensagens pipocassem nos WhatsApp da dita cuja: “Não me procure mais!”; “Minha mulher está desconfiada”; “Acabou!”. #DeuCapimNaPalheta;

* Para não ficar por menos a resposta ao all fair, foi no mesmo sentido e protagoniza a frase da semana desta edição. #MaisDiretaImpossivel;

* Na disputa pelo item de Sinhazinha da Fazenda do Boi da Estrela, dois nomes ganharam força no último final de semana: Layrin Cursino e Carol Ferrari. #MaisOpções;

* Layrin Cursino é dançarina do Corpo de Dança Caprichoso – CDC – Manaus  e atual sinhazinha do Boi Garanhão. Na terça-feira, 19, a jovem esteve reunida com membros do Boi Caprichoso onde foi entrevistada e, segundo informações obtidas pela coluna, saiu-se muito bem. #Possibilidade;

* Carol Ferrari é advogada, 22 anos, sócia do Boi caprichoso. Segundo comentários em grupos de bate-papo, supostamente, teria enviado mensagem ao presis azulado, Joilto Azêdo, pondo-se à disposição do bumbá para defender suas cores e rolou nos grupos de WhatsApp o vídeo de seu ensaio. #PrecisaEnsaiarBemMais;

* Bico Doce, o soberano do aviário e do mundo bovino, cantou ao cretino colunista que em outra reunião, entre membros do Conselho de Artes e a diretoria azulada, ao mencionarem o nome de Ferrari um dos presentes disparou: “Precisamos de um nome que traga paz e união entre os itens femininos. Essa moça é da turma da Karyne”. #NãoAceitouMuito;

* Outro ponto relatado por Bico Doce foi a intenção que permeia ambas as escolhas: as escolhidas precisam ter uma “cara nova” e de preferência ter experiência para que os riscos de suas estreias sejam os mínimos possíveis. Nesse ponto houve consenso entre os presentes. #SemViciosELacos;

* Se o Conselho de Artes e a diretoria forem por esse víeis (o da cara nova com experiência) as escolham para o item 07: orbitam entre Laryn Cursino (sinhazinha do Boi Garanhão) e Joice Kellen (sinhazinha substituta de Keryne Medeiros em 2015); e no item 05: Taissa Brasil (Porta-estandarte substituta). #DentroDoPerfil;

* Porém, Bico Doce, chamou a atenção do cretino colunista ao revelar que o presis azulado teria, supostamente, chamado a responsabilidade para si, ou seja, que a escolha dos itens de Porta-estandarte e Sinhazinha da Fazenda passaria pelo seu crivo e não, exclusivamente, pelo do Conselho de Artes alegando que o boi não estaria desesperado. #Defato?;

 * A intenção de “tomar” as escolhas para a seara presidencial, isto é, para o presis azulado, há uma argumentação que põe os conselheiros da Francesa e do Palmares na defensiva sem direito a réplica: a escolha do atual apresentador Ornello Reis. #GatoEscaldado…;

* Voo Ligeiro, senhor supremo do espaço aéreo bovino, cantou ao cretino colunista que outra candidata que foi chamada para uma conversa com representantes do Boi Caprichoso fora Emilly Vitória, candidata ao item de Porta-estandarte. A reunião com a bela morena aconteceu na última quarta-feira, 20, em Parintins. #PapoCabeça;

* Já Asas Fortes e Brilhantes, mestre absoluto dos galpões e QGs bovinos, cantou que o nome da ex-sinhazinha, Adriane Viana, foi cogitado como uma alternativa – apontada pelo conselheiro Gil Gonçalves – à  escolha entre a cruz e a espada no item 07. #ÉFatoENãoBoato;

* Por sua vez, o Colibri Narniano,  o mais belo e nobre passarinho e herdeiro do trono bovino, cantou algo ao cretino colunista surpreendente: Rayssa Bandeira, que disputou e ficou em segundo lugar no rubro concurso para P.E em 2014, era um nome fora de qualquer lista de candidata, mas, que fora sondada e corre por fora longe dos holofotes. #MaisUmaNoGame;

* Bandeira foi por 01 (um) ano Cunhã-poranga do Boi Brilhante, sendo campeã no seu item com 04 notas 10. A bela tem ao seu favor o fato de ser a nora do “Pop da Selva”, Arlindo Jr. #TemPesoNoBoi;

* Tanto Bico Doce, Voo Ligeiro, Asas Fortes e Brilhantes e o Colibri Narniano afirmam que já se têm os dois nomes, porém, diretoria e Conselho de Artes estariam cautelosos em não atropelar a sequência dos eventos: primeiro a festa de lançamento, depois o Boi de Rua e, aí sim, o anúncio dos novos itens femininos. Data apontada pelo trio como sendo entre o final de hoje (segunda-feira, 25) e quarta-feira, 27. #CautelaECaldoDeGalinha;

* Errata: Na edição da última segunda-feira, 18, o cretino colunista afirmou que [Emilly] Vitória teria sido a substituta de Rayssa Tupinambá, o mesmo pede desculpas pelo erro.. #Reconhecido;

* Nos camarotes do Zeca Xibelão muitas autoridades, personalidades e sócios ilustres do Boi da Estrela. Os pré-candidatos à presidência do Touro Negro Carmona Oliveira, Babá Tupinambá, Jender Lobato e Rossy Amoêdo e os pré-candidatos à Prefeitura de Parintins Márcia Baranda e Bi Garcia desfilaram pelos espaços mais vips do lugar. #VotosAVistaAtracarIlhadosTupinambaranaTerraDosTupinamba;

* O Levantador de Toadas do Boi Caprichoso, David Assayag, através de sua assessoria de imprensa, informou ao cretino colunista que sua não participação no último Bar do Boi não teve como razão a questão de cachê [por um patrocinador] como fora apontado por fontes ouvidas pela coluna. Segundo sua assessoria, o real motivo de sua ausência no evento fora porque o artista não foi convidado. #FezFalta;

* Por falar no levantador azulado, o cretino colunista sente muito pelo mesmo: ano passado foi enquadrado em uma moldura no fundo do palco; este ano foi jogado e esquecido no meio da Marujada sem ser anunciado. O desprezo pelo grande ícone do festival é latente, prova de que no boi  não guarda-se rancor… E, sim, nomes! #DesculpasNãoCuramMagoasEmNegrosCorações;

* Verdade seja dita, desculpem-me todas as outras mulheres presentes no Zeca Xibelão, na festa de lançamento do CD do Boi Caprichoso, mas, nenhuma outra estava tão exuberantemente bela quanto Socorrinha Carvalho ornada com acessórios by Makoy Cardoso. #AfroditeCaboclaDePeleMorenaDoSol;

Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

 

* Outro grande destaque da festa de sábado foi o CDC – Parintins, liderado pelo fantástico Erick Beltrão [o melhor do Norte], que apresentou um verdadeiro balé caboclo-tribal. O Grupo criou suas coreografias. Os figurinos  foram feitos pelo talentoso Fabson Rodrigues. E no dia seguinte, sábado, 23, os guerreiros dançarinos realizaram sua badalada feijoada no Clube de Campo Caprichoso. #ArrasaivosDemais;

* Definitivamente, “Alô Brasil”  não foi uma boa escolha para a evolução da rainha Brena Dianná. Nada contra a toada, mas, ainda bem que temos muito mais rainha. A toada é boa para ouvir, contudo, não serve para evolução de um item da envergadura da mais bela rainha alteza de Parintins. #ErraramFeio;

* Tudo bem que Pai Francisco e Mãe Catirina não contam pontos na disputa, mas, são quesitos obrigatórios. Dito isso, não precisam avacalhar tais figuras cômicas. Que figurinos mais horrendo e ridículo a dupla azulada usou. #NãoPrestou;

* O Boi de Rua do Boi Caprichoso levou uma multidão vestida de azul pelas ruas da ilha no último sábado, 23. Trios, triciclos e torcedores disputaram cada centímetro de espaço ao som das toadas atuais do  Boi da Estrela, da Francesa e do Palmares. Faltou as toadas que a galera gosta de ouvir e as que o evento pede: as antológicas. #ÉAqui;

* A Imperatriz Leopoldinense anunciou no último dia 19, Dia do Índio, o seu enredo para o carnaval de 2017: “A Mística Xinguana – O Clamor  que vem da floresta” em comemoração aos 55 anos de fundação do Parque Indígena do Xingu. #DefesaIndigenaNaSapucai;

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

* Cahê Rodrigues, carnavalesco da escola, é declaradamente torcedor do Boi Caprichoso e profundo admirador do Festival de Parintins. Rodrigues participou da festa de lançamento de “Viva Parintins!” na última sexta-feira, 22, a convite do vice-presis Rossy Amôedo (o mesmo esteve em 2012 na gravação de “Viva a Cultura Popular!” a convite de Márcia Baranda). #ConvidadoMaisDoQueVip;

* O carnavalesco encontrou a amiga e ex-presidente, Márcia Baranda, no Zeca Xibelão. Deu-lhe um abraço e a parabenizou pelo seu trabalho à frente do Bumbá. Ainda, desejou sucesso na sua nova caminhada e a agradeceu por ter deixado, como legado, a toada que inspirou o enredo para 2017: “A Mística Xinguana” [Caprichoso 2012] de Paulinho Dú Sagrado. #Reencontro;

* Em contato com Sagrado, o compositor demonstrou surpresa ao ficar sabendo do enredo da Imperatriz. Afirmou que se sente muito feliz e honrado. Além, de ser um sinal que sua mensagem conseguiu alcançar o objetivo que almejara: um olhar voltado [e preocupado] para a situação dos povos do Xingu finalizou dizendo: “O que os iluminados do C.A não conseguiram compreender na Mística Xinguana o Cahê pôde!”. #GrandeMestre;

* A Secretaria de Turismo de Parintins (SECTUR) e a Empresa Estadual de Turismo do Amazonas – (AMAZONASTUR) implantarão o projeto “Resgatando as Cores da Tradição” pintando as ruas tradicionais dos bois Caprichoso e Garantido, inserindo-as ao roteiro turístico durante o festival. A intenção é resgatar a história e a rivalidade contadas aos visitantes da ilha através de quem as viveu em seus tempos áureos. #Excelenteiniciativa;

* O projeto é coordenado por Sandra Vasconcelos, ex-catirina do Boi Caprichoso, supervisionada pelo secretário de turismo de Parintins, Zezinho Faria, e conta com o apoio da competentíssima Oreni Braga. O cadastro das residências e ruas participantes do projeto já começou. #ParabénsGatesas;

* Os azuladíssimos Walter Cohen e Alex Derzi, da W/A, são os criadores das camisetas xodós desta temporada. Com uma proposta mais clean e casual, a dupla aposta em dois modelos para as duas apaixonadas nações do Reino Bumbalesco. Além de mais dois modelos exclusivos para as festas de lançamentos dos CDs oficiais em Manaus e em Parintins. Pedidos e encomendas pelas mídias sociais: @use.wa no Instagram e Use.WA no Facebook e, também, pelos números: 998159-9059/98442-4922.#Lindas;

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

* O Movimento Amigos do Garantido – MAG – presidido pelas guerreiras Izoney Thomé e Welciane Jacinto, realizou na noite de sábado, 23, na quadra da Vitória-Régia, no tradicional e central bairro da Praça de 14, o 2º Curral do Boi Garantido. Diga-se de passagem de forma maestral: os banheiros dos camarotes estavam funcionando; o som estava bem melhor; a decoração estava rubra ao gosto do povão. Muitos foram os destaques. #OCaldeiraoFerveuOcalorSenhor;

 * Os destaques do cretino colunista: 1. A banda base que no show principal tornou-se um trio que valia por uma orquestra completa capitaneado pelo mestre Walteir; 2.  Rivaldo de sobrenome Pereira, mas, bem que poderia ser show; 3. Garantido Show com a coreografia especial de “Macacos Vermelhos”; 4. Não tem como não ser repetitivo, mas, a Batucada é sobrenatural: a caixa chama, o repique responde, palminha e rocar mandam um recado e o surdo mostra quem é que manda. Tudo muito certinho, sem briga, sem correria, sem atropelo. #Porretas;

* Sabe aqueles rubros backs do qual falei na coluna sobre os CDs 2016? Pois é, errei quando disse que eles eram 10. De fato, gravados são 10… Ao vivo são 1.000. #Soberbos;

* Mas, a noite estava predestinada a ser de duas estrelas: Sebastião Jr. e Isabelle Nogueira. O rubro levantador arrebatou a galera vermelha e branca com seu show dinâmico e vibrante, não é a toa que o mesmo é considerado o Show Man do Festival de Parintins. Não é verdade que a Rainha do Folclore do Boi Garantido deu o seu nome na festa: o cretino discorda totalmente. #Nahin;

* Isabelle deu o nome e o sobrenome. O cretino colunista abomina a apresentação de Terra Brasileira, apesar de achar que a toada caiu-lhe como uma luva, por conter passos e contexto fidedignos à coreografia de arena de Brena Dianná o que foi totalmente dispensável e lamentável. Porém, tomará como base o que foi apresentado na sequência: foi diva em Musa Rainha; musa em Garça Morena e rainha em Diva Morena. #FoiSoberana;

* A rubra rainha estava belíssima com uma maquiagem clean, natural, comedida e homogênea assinada pelo maquiador das estrela, João Paulo Santos, do Studio Gloss. O profissional que trabalhou nas últimas duas edições do concerto de Natal “O Glorioso”, este ano integra a equipe que maquiará as principais estrelas nacionais e internacionais do Festival de Ópera que começará no próximo domingo, 01. #OMelhor;

 * Nos camarotes muita badalação, agitação, animação e abanação. O Pavulagem, do casal Mencius Melo e Chris Reis, destinados aos profissionais da imprensa, foi uma efervescência só. O espaço contou o melhor tacacá de Manaus da Tacacaria Parintins, da poderosa e super bem casada Fabíola Araújo; das melhores e geladíssimas bebidas, cortesia da Moto Honda, e do Eoqueá! – sanduíches naturais, da simpaticíssima Stanny Saraiva. #BomBouAoTeto;

* No camarote do Bradesco, da rubríssima Juliana Delmiro, as belas Rafaela e Gabi Medeiros; Walter Cohen, da W/A, e o animado Bruno Portugal. Além, de Marcelo Amazonas. #Adoro;

* No camarote da rubra diretoria, o vice-presis da Baixa Fábio Cardoso e sua bela esposa Yanezza; a toda poderosa da Ben Marketing, Albia Neves e o competente designer Yago Duarte. As não menos poderosas Karen Pontes e Francy Lima; os animadíssimos Cáritas Vaz, Jaisson Dacio, Gomes Ray, André Ramiro e Jean Solimões; e a rosa vermelha Márcia Siqueira. #Disputadissimo;

* Na coxia, assistindo ao show de Sebastião Jr., o sempre gentil Théo Neves e a “delta” que não é delta [ela vai me matar], o anjo da guarda do rubro levantador: Aldemara Kimura. #AmoDeCoração;

* No próximo sábado, 30, será a vez da Nação Vermelha e Branca fazer a festa no lançamento do rubro CD “Celebração”. A Cidade Garantido será o palco e ponto de encontro do povo de alma vermelha que ainda terá a tradicionalíssima Alvorada do Boi Garantido com a saída no curral Lindolfo Monteverde e chegada na Catedral de Nossa Senhora do Carmo.#MarVermelhoPelasRuasDaIlha;

* A Cunhã-poranga do Boi Caprichoso, Maria Azêdo, realizará no próximo domingo, 01, a festa em comemoração aos seus 10 anos de absoluto reinado como a mais bela da tribo azulada. O evento será no Buteco da Piscina, em Manaus, e contará com a participação do Imperador da Toada, David Assayag, e do Furação do Boi, Klinger Araújo. #MariaDaTerraDoCaprichosoDeParintinsDaPorraToda;

Banner: Divulgação
Banner: Divulgação

alvo

glemberg

bode

frase

conselho

lucio

É só por hoje…

Por hoje!

Até a próxima…

#SouVitima!

você pode gostar também