-Publi-A-

Em Parintins, criança escreve carta para o Papai Noel e comove internautas

Foto: Divulgação.

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

Parintins (AM) – Quando se é criança se tem a vontade de ter o brinquedo dos sonhos, porém nem sempre os pais têm condições de comprar e as vezes deixa a criança até triste por não compreender a situação. Em Parintins, a pequena Eloá dos Santos Tavares, de 5 anos, para realizar seu sonho, escreveu uma carta para o Papai Noel pedindo uma boneca Barbie.

Emocionada com o gesto, sua irmã Kleisy Tavares, de 21 anos, tirou foto da carta escrita a mão, publicou nas redes sociais e a carta comoveu os internautas.

“Isso é de partir meu coração. Se eu tivesse a condição de dar pra ela eu iria comprar com toda certeza. Meu sonho de infância era ter a boneca da Barbie, infelizmente minha mãe não tinha condições de me dá então só chorava. Meus brinquedos era com pedra, folha, galho de árvore e terra. Assim eu brincava de cozinheira porque minha mãe nunca teve condições de me dá um brinquedo. Sou grata por ela ter me dado o suficiente que foi a educação e por ter me tornado a mulher que sou hoje”, publicou Kleisy.

Eloá dos Santos Tavares. Foto: Divulgação.

Na carta, Eloá Tavares, que mora no Residencial Vila Cristina, quadra 14, Rua 15, casa 18, antes de dizer qual o brinquedo que tanto almeja, ela contou um pouco da sua história. “Papai Noel. Meu nome é Eloá. Tenho um irmão que se chama Enzo. Meus pais se chamam Eliane e Ailton. Tenho 5 aninhos e já sei ajudar a mamãe em casa e nunca ganhei uma boneca da Barbie”, escreveu.

Foto: Divulgação.

Kleisy Tavares pediu ainda para as pessoas compartilharem sua publicação para que chegue até a alguma pessoa generosa e doe o brinquedo que Eloá tanto deseja ganhar de Natal.
“Um dia minha irmã Eloá eu irei te dar essa boneca. Meu coração dói só de ler essa carta. Me ajudem a realizar o sonho da minha princesa, agradeço quem compartilhar”, escreveu.

Quem puder doar o brinquedo à pequena Eloá pode se dirigir até a sua residência ou entrar em contato com a família pelo número (92) 99448-1328

você pode gostar também