Em sete dias, Parintins registra 100 pessoas recuperadas da Covid-19

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

Parintins (AM) – Parintins registrou em sete dias 100 pessoas recuperadas da Covid-19, totalizando 269 no município, conforme o boletim epidemiológico desta sexta-feira, 15.

Entre o recuperados está o senhor Plácido dos Santos Costa, de 65 anos, que teve alta médica dia 14 de maio do Hospital Jofre Cohen, referência no tratamento da doença no município, após passar 25 dias sendo tratado na unidade.

Segundo seu filho, Ramon Correia, 24, Plácido sentiu os primeiros sintomas no início do mês de abril ao apresentar febre, tosse, dores de cabeça e no corpo. No dia 19 do mesmo mês seu pai sentiu falta de ar sendo conduzido ao Hospital Jofre Cohen onde foi diagnosticado com Covid-19. Ele por ser idoso e sofrer crise de ansiedade é do grupo risco. “Ele teve pneumonia o que comprometeu os pulmões dele e desde então ele começou fazer o tratamento árduo, mas ele conseguiu, passando 25 dias lá”, disse Ramon.

Plácido chegou a ficar 10 dias na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) e depois ficou em observação na enfermaria ao apresentar melhora e aumento da oxigenação no sangue.

Na saída do hospital, Costa emocionado e segurando a imagem de Nossa Senhora do Carmo agradeceu os profissionais da saúde do hospital e pediu para pessoas se prevenirem contra a doença. “Eu entrei triste e debilitado e agora estou saindo com uma situação boa. Eu quero dizer a todos que não brinquem, porque parece que não é, mas é muito grave essa doença. Só quem passa por isso realmente sabe o que é você procurar o ar e você não ter o ar para espirar”, falou.

Ele já está em sua residência no bairro Palmares e ficará ainda em isolamento social por 14 dias. Por precaução ele também recebeu uma bomba de oxigênio. “Eu particularmente desejo que as pessoas que estão em recuperação desse vírus que não percam a esperança, principalmente a fé e a força de vontade de viver. É se manter firme na luta. Sabemos que não é fácil, é árduo, mas o resultado vem com o tempo e pode ter certeza que será dias melhores”, declarou Ramon.

A diretora do Hospital Jofre Cohen, Joseane Mascarenhas, afirma que a quantidade de pessoas recuperadas no município é uma vitória e ressalta a importância das pessoas serem diagnosticadas precocemente para o tratamento ser mais eficaz. “Essa recuperação a gente se dá pelo comprometimento e pelo diagnóstico precoce também dos pacientes contaminados. É uma vitória que a gente precisa comemorar, mas temos que pensar nos que ainda não foram diagnosticados e que estão sem iniciar o tratamento na forma precoce”, enfatiza.

Ela destaca ainda que a equipe médica do hospital começou a se preparar para o tratamento da doença desde os primeiros casos confirmados em Manaus e que o Hospital Jofre Cohen utiliza o mesmo esquema de tratamento usado nos hospitais Sírio-Libanês e Albert Einstein, em São Paulo. “Precisamos que essas pessoas com sintomas a partir do sétimo dia ou que tenham comorbidades, que são doenças pre-existentes, que procurem a unidade de saúde para iniciar o tratamento para que também o número de óbitos possam diminuir, mas estamos muito felizes por sabermos que o tratamento é eficaz desde que ele inicie no exato momento da forma correta”, concluiu.

Conforme o boletim epidemiológico da Prefeitura publicado nesta sexta-feira, na cidade há 714 casos notificados, 129 descartados, 580 confirmados, 271 em tratamento, 40 óbitos, 33 pacientes internados e 816 pessoas sendo monitoradas.

você pode gostar também