-Publi-A-

Emissão de RG no Amazonas tem prazo reduzido e maior controle sobre tentativas de fraudes

O Instituto de Identificação, da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), adotou novas medidas que permitiram reduzir o prazo de emissão do Registro Geral (RG) e detectar, com mais facilidade, as tentativas de fraudes na emissão do documento. Dois suspeitos, inclusive, já foram presos em Manaus e no interior.

Neste ano, foi implantado no Instituto o setor de Auditoria e Controle de Cédulas, permitindo maior controle do processo de confecção de carteiras de identidade. Para isso, foram adotados novos protocolos, tramitações por sistema digital, criação de supervisões para monitoramento em tempo real dos postos de identificação, criação de procedimentos de auditorias, entre outras medidas.

De acordo com o órgão, as mudanças já permitiram maior celeridade no processo de requisição e entrega de cédulas, monitoramento de todo o processo de tramitação dos lotes de carteiras, melhoria na qualidade da prestação do serviço de identificação humana, em paralelo a treinamentos e reuniões periódicas.

Os resultados começaram a aparecer. Foram detectadas tentativas de fraudes em duas unidades de Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC), uma no início de setembro e outra em novembro. Com apoio da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), duas pessoas foram presas.

O gerente de Identificação Civil, perito criminal Ivan Farias, explicou que as melhorias internas foram realizadas ao longo de meses, com “o intuito de preparar a estrutura para o alcance de benefícios aos cidadãos”.

Atualmente, o Instituto de Identificação atende, por ano, mais de 200 mil pessoas com o serviço de emissão de RG. O Instituto de Identificação Aderson Conceição de Melo é coordenado pelo Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC).

você pode gostar também