Enfermeiro relata drama de idoso ao se despedir da esposa morta pela Covid-19

Foto: Ilustração.

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

Parintins (AM) – A Covid-19 já ceifou milhares de vidas em todo o mundo e muitos familiares e amigos não tiveram ao menos a chance de darem o adeus aos seus entes queridos. Em Parintins (à 369 km de Manaus), um idoso de aproximadamente 75 anos pôde dar seu carinho e amor a sua esposa de 78 anos que estava nos seus últimos minutos de vida, vítima da Covid-19.

Quem relatou o acontecido foi o enfermeiro do Hospital Jofre Cohen, Roger Filgueira, de 26 anos, que desabafou nas redes sociais. A idosa ficou internada na unidade, referência no tratamento da doença da Covid-19 em Parintins, por 13 dias.

“Ontem tive uma das experiências mais impactantes da minha curta experiência como enfermeiro do combate a COVID: acompanhei, a pedido da família, o último adeus de um senhor (por volta dos 75 anos) à sua esposa que estava já em seus últimos momentos de vida. Ele, chorando, disse que a amava, agradeceu pelos anos de companhia e falou que continuaria cuidando da família deles. Aquilo me desmontou”, relatou o jovem enfermeiro.

“E como se estivesse esperando esse último adeus, cerca de 20 minutos após seu esposo se retirar da enfermaria, ela faleceu”, prosseguiu.

De acordo com os dados do boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira, 28, Parintins totalizaou 6.181 casos confirmados, 5.893 pessoas recuperadas, 147 pessoas sendo tratadas, 29 pacientes internados e 141 óbitos. “Gente essa doença é muito séria, temos presenciado e sofrido muito”, alertou o enfermeiro.

você pode gostar também