-Publi-A-

Engenharia Naval da UEA conquista prêmio internacional

Os professores do curso de engenharia mecânica e naval da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), João Evangelista Neto e José Sansone, destacaram trabalhos desenvolvidos pelo corpo acadêmico e coordenação da universidade.

O curso de Engenharia Naval da UEA foi um dos vencedores do prêmio especial por abordar a Covid-19 durante a competição internacional promovida pela Worldwide Ferry Safety Association (WSFA), ficando na quarta colocação no ranking mundial, entre as 12 Escolas de Engenharia Naval que participaram do evento.

A equipe da UEA contou com a colaboração da Universidade Federal do Pará (UFP) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Valorização do curso

Para o coordenador do curso de Engenharia Naval da Escola Superior de Tecnologia (EST/UEA), José Sansone, a representatividade da Universidade em uma competição de grande importância, é fundamental para valorização do curso. “É a primeira vez que uma universidade da américa latina participa e fica em uma excelente posição”, ressalta o professor.

O 8th Annual International Student Design Competition for a Safe, Affordable and Ferry destacou como objetivo reduzir as fatalidades em balsas e expandir o uso de balsas seguras em todo o mundo, a fim de projetar embarcações seguras e acessíveis. Neste ano, o desafio proposto aos participantes foi desenvolver uma balsa para transportar cerca de 300 passageiros, entre Manaus e Tefé, numa viagem de 20 horas.

Aeroclube

Outra conquista é a parceria entre a UEA e a Aeroclube do Amazonas, criando a primeira escola de mecânica de aviação.

A ideia é formar e qualificar mecânicos de aviação para tornar o transporte aéreo seguro, especialmente, os aviões pequenos.

De acordo com o reitor da UEA, Cleinado de Almeida Costa, o progresso desse convênio aumenta a credibilidade nas pesquisas. “Essa oportunidade de trabalhar em conjunto garante muitas pesquisas nas engenharias robótica e de automação, engenharia mecânica, engenharia de materiais, engenharia química e naturalmente de manutenção de aeronaves, qualificando pessoal técnico especializado para uma ciência aeronáutica de ponta na nossa região”, afirma Cleinaldo.

Energia do rio

Ainda nos destaques há um projeto desenvolvido pelo curso de Engenharia Mecânica que irá promover uma consultoria de meio ambiente para o Tribunal de Contas do Estado (TCE), no município do Careiro da Várzea.

É um projeto de sustentabilidade econômica que será aplicado no período da vazante do rio.

Neste projeto está prevista a criação de um frigorifico flutuante e geração de energia movida pela velocidade das águas do rio.

A previsão é que o projeto seja entregue até o início de dezembro de 2021.


Fonte: UEA

você pode gostar também