-Publi-A-

Escolhido o cartaz oficial do 52º Festival Folclórico de Parintins

Ocorreu neste sábado (06) o concurso que definiu o cartaz oficial do 52º Festival Folclórico de Parintins. A tela Elo do Imaginário”, do artista Estevão Marciel foi escolhida a campeã do ano de 2017. O evento foi realizado pela Prefeitura de Parintins por meio da Secretaria de Cultura que este ano inscreveu 47 obras. Os critérios de avaliação foram: criatividade, expressão e acabamento da tela.

Pela primeira vez participando do concurso, Estevão se sente feliz com o resultado. “ É um sonho que realizei e pela primeira vez que tive oportunidade me tornei campeão do concurso. Me inspirei na Amazônia e a obra retrata a alma indígena”, disse emocionado.

Em segundo e terceiro lugar ficaram as telas de Iran Martins. De acordo com o regulamento do concurso, as telas obedeceram um tamanho de 1 metro x 80 cm, não podendo ter molduras nem plastificação.

Para o prefeito em exercício Maildson Fonseca, “o parintinense não nasce ele estreia. A Prefeitura de Parintins tem intuito de valorizar casa vez a nossa cultura em nome do prefeito Bi Garcia, que está lutando todos os dias para que este ano seja realizado o maior festival de todos os tempos . O artista que ganhou o concurso levará com ele o nome de Parintins. Louvo também a iniciativa de vice prefeito e secretário, Tony Medeiros, pelo trabalho que a secretaria vem realizando”, disse.

Para o subsecretario de Cultura e Turismo, Chico Cardoso, “a importância é consolidar a produção plástica dos artistas de Parintins. Talentos se revelam e janelas se abrem para o mercado de trabalho. Uma política cultural do governo Bi Garcia”, disse o subsecretário.

De acordo com o coordenador de Cultura, Karu Carvalho, o concurso tem o objetivo de valorizar os artistas. “É uma felicidade para os artistas, e eles se sentem realizados em ver sua obra sendo divulgada em outdoor, camisas, no Bumbódromo. Todos estão de parabéns pelo maravilhoso trabalho. O concurso de telas acontece há 22 anos e nada melhor do que o incentivo aos a eles que fazem o maior festival folclórico do Norte do Brasil”, pontuou.

você pode gostar também