Especialistas nacionais em jornalismo investigativo ministram seminário em Manaus

Evento acontece dia 30 de novembro e inscrições com valores promocionais podem ser realizadas no site mundoamazonia.com

Manaus está prestes a receber especialistas do jornalismo investigativo em âmbito nacional, os quais proporcionarão a estudantes e profissionais de comunicação a oportunidade de aprender técnicas e usar ferramentas de pesquisa e comparação para revelar informações que estão ocultas ou não são disponibilizadas de maneira transparente ao público. O evento acontece no próximo dia 30 de novembro, das 8h às 18h, no Tropical Executive Hotel, localizado na Avenida Coronel Teixeira, 1320 A, Ponta Negra.

Segundo a jornalista carioca Angelina Nunes, ex-presidente da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), que coordenará o seminário em parceria com jornalistas de Manaus e outras cidades do Brasil, o seminário apresentará um importante diferencial desse curso que é focar integralmente no jornalismo investigativo e proporcionar uma experiência única e uma visão universal aos participantes.

“Em tempos de imediatismo, uma pergunta que todo jornalista faz é: como fazer o jornalismo investigativo? É uma tarefa árdua e trabalhosa, requer tempo e habilidades específicas que influenciam na qualidade do conteúdo produzido. A presença de profissionais que atuam na mídia nacional trará uma experiência singular aos interessados”, afirma Angelina.

De acordo com o jornalista pós-graduado em jornalismo investigativo pela ESPM-Rio, Clayton Pascarelli, a presença desses profissionais do segmento vão repassar experiências e técnicas que podem ser utilizadas no dia a dia pelo profissional que faz o jornalismo investigativo.

“É preciso repensar o processo de apuração e produção de notícia, com o objetivo de obter o melhor da informação. Percebi que os nossos profissionais querem aprender, mas há pouca disponibilidade de eventos desse tipo na região. Essa é a oportunidade de debater como essa informação pode impactar na credibilidade do profissional. E o jornalista precisa se manter atualizado sobre as novas ferramentas”, relata o jornalista Clayton Pascarelli.

Palestrantes

Entre os palestrantes convidados está a jornalista, mestra em Comunicação Social pela UERJ e professora universitária, Angelina Nunes, que mediará todos os debates. Ex-presidente da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), a profissional coordena o Programa Tim Lopes – que trata da investigação e acompanhamento dos casos de agressões graves e assassinatos de jornalistas no Brasil.

Primeiro editor de audiência e dados da Folha de São Paulo, Marcelo Soares lecionou jornalismo de dados nas pós-graduações em jornalismo digital da ESPM e da PUCRS. Colaborou com o Los Angeles Times, Wired News e MTV Brasil. Ele também venceu os prêmios Esso (2006), Petrobras (2017) e INEP (2018).

Sérgio Ramalho é um jornalista investigativo independente e publicou reportagens nas revistas Status, Veja e nos jornais Washington Post, USA Today e Folha de São Paulo. É colaborador dos sites UOL e The Intercept Brasil. Ele recebeu vinte prêmios internacionais e nacionais nas categorias jornalismo investigativo, direitos humanos e responsabilidade social.
Outros dois profissionais renomados do jornalismo brasileiro também compõem o time do 1º Seminário de Jornalismo Investigativo da Amazônia. Emanuel Alencar é editor de Conteúdo e Sustentabilidade do Museu do Amanhã. Com experiência de 14 anos em jornais impressos – como “O Fluminense” e “O Globo”.

Vera Araújo trabalhou no Jornal do Brasil e está no Globo há 19 anos, atuando como repórter na área de jornalismo investigativo. Foi ela quem revelou em O GLOBO a existência das milícias, grupo formado por policiais, bombeiros e ex-policiais que extorquem dinheiro dos moradores de comunidades a pretexto de lhes “oferecer” segurança privada ao expulsar traficantes.

Quanto é?

Quem ainda não conseguiu comprar o ingresso para 1º Seminário de Jornalismo Investigativo da Amazônia, terá mais uma chance de participar do evento mais aguardado pelos profissionais da comunicação no Amazonas. O segundo lote com os ingressos restantes já está disponível para venda por meio do site www.mundoamazonia.com, na aba superior “Eventos”.

Os ingressos do segundo lote podem ser adquiridos, por meio de cartão de crédito, à vista ou boleto bancário, nos valores de R$300 para profissionais e R$150 para estudantes. O seminário, que ocorre das 8h às 18h, fornecerá certificados de 8 horas complementares.

*Serviço:*
O que: 1º Seminário de Jornalismo Investigativo na Amazônia
Quando: 30 de novembro, das 8h às 18h
Onde: Tropical Executive Hotel, localizado na Avenida Coronel Teixeira, 1320 A, Ponta Negra
Inscrições: www.mundoamazonia.com

você pode gostar também