Espetáculo apoteótico marca lançamento das toadas 2019 do Boi Caprichoso

Euforia, emoção, amor… Uma explosão de sentimentos tomou conta dos torcedores do Boi Caprichoso, no curral Zeca Xibelão na festa de lançamento do CD 2019 ‘Um Canto de Esperança para Mátria Brasilis’. A trilha sonora deste ano, composta por 15 toadas estratégicas e 13 de galera, embalou o público na noite de sábado, (27), até a madrugada deste domingo, (28).

“O Caprichoso só é adversário dele mesmo. Ele tem que superar a si e os resultados vêm. Foi assim em 2017 e 2018 e, com fé em Deus e muito trabalho, também será assim em 2019. Depois de mais de 20 anos, vamos poder soltar o grito de tricampeão”, assegurou o presidente do Caprichoso, Babá Tupinambá.

O dono da festa foi o primeiro a aparecer. Da ponta de uma lança e ao som da toada-tema e de um show de luzes no céu, o Caprichoso surgiu para iniciar o grande espetáculo da noite. Compacto e grandioso, 40 toadas foram divididas em cinco blocos.

Assim, o Boi da Francesa mostrou aos torcedores um ‘aperitivo’ do que vai apresentar na arena do Bumbódromo nas noites dos dias 28, 29 e 30 de junho, com itens oficiais e bailarinos compondo o cenário folclórico e tribal que o boi encenava no palco. Cada bloco, era encerrado com homenagens à galera octacampeã.

A toada Matriarca, de autoria dos compositores Cézar Moraes, Sandro Santos e Diego Silva, emocionou a galera. A toada, que homenageia as mães do Brasil, trouxe ao palco do curral Zeca Xibelão a madrinha do Touro Negro, Odinéa Andrade. “Levo todos vocês no coração”, disse Odinéa à torcida, visivelmente emocionada.

“Foi uma emoção que não coube no peito. Muitos momentos me emocionaram, mas nenhum como este. Minha avó é, realmente, a matriarca da nossa família. Ela é nossa referência de tudo e para tudo. Sabemos de todo o amor, dedicação e doação de mais de 40 anos ao Caprichoso. Entao vê-la ali, entrando no palco ao lado do boi, em uma toada cheia de significados, foi muito significativo e inesquecível. Um presente pra ela mesma também, tenho certeza”, disse a neta da madrinha do boi, Nathália Andrade.

No último bloco, uma surpresa à torcida azulada. Para apresentar a toada ‘Caximarro: As Três Guerreiras’, se juntaram à cunhã Marcielle Albuquerque, Karla Thainá e Thaisa Brasil, ex-itens oficiais do bumbá. Juntas, incendiaram a galera.

O encerramento contou com a participação dos elencos tribal e folclórico, além de todos os itens bicampeões que vibravam com o sucesso do espetáculo apresentado e lançavam CD para presentear o público.

“Eu nunca espero menos do que eu vi, hoje aqui, do Caprichoso. É isso que me motiva a vir para esta ilha todos os anos”, disse o professor João Carlos Siqueira, torcedor azulado que mora em Fortaleza. “Se no nosso curral tudo já foi impactante, tenho até medo, no bom sentido, do que vamos ver no Bumbódromo”, completou a turismóloga Naiara Arruda.

Clipes oficiais – Nos primeiros meses deste ano, os itens oficiais do Touro Negro da América participaram das gravações dos clipes oficiais de algumas toadas do novo CD. As imagens foram captadas em cinco cidades brasileiras.

O tripa do boi, Alexandre Azevedo, esteve em Recife, Pernambuco, para gravar o clipe de ‘Um Canto de Esperança para Mátria Brasilis’. Na cidade do Rio de Janeiro, Marcela Marialva fez tremular o pavilhão azul e branco ao som de ‘Armaduras de Fé’.

Na cidade de São Paulo, ‘A Vida me Fez Caprichoso’ recebeu a graciosidade e leveza da sinhazinha Valentina Cid. A estreante Cleise Simas participou da gravação de ‘Boi de Encantaria’, em São Luís, do Maranhão. Belém do Pará recebeu a cunhã-poranga, Marcielle Albuquerque, ao som de ‘Mátria’.

Ficou sob a responsabilidade do pajé Netto Simões mostrar Parintins para o mundo. Ele participa do clipe ‘Waia-Toré’, gravado na comunidade Santa Terezinha do Aninga, zona rural de Parintins.

Promessa – O imaginário caboclo deu o título de campeão ao Caprichoso, a sabedoria ancestral trouxe o bicampeonato. Agora, em 2019, o canto de esperança vem para selar a luta de Babá Tupinambá, enquanto ainda concorria à presidência do bumbá azulado: o tricampeonato.

Antes do espetáculo principal da noite começar, Babá e o vice-presidente do Caprichoso, Jender Lobato, ‘alfinetaram’ o boi contrário.

“Eles se gabam que param a cidade numa tal Alvorada. Vamos deixar eles fazerem isso porque nós iremos parar Parintins no dia primeiro de julho, comemorando o tricampeonato”, disse Jender. “E aqui a gente faz festa de lançamento de CD com CD”, completou Babá, lançando algumas unidades do produto para a galera.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here