Estudante é morto com tiro nas costas no Cacau Pirêra

Robson dos Santos foi morto na frente da mãe e de três irmãs. Foto: Divulgação

O estudante Robson dos Santos, de 14 anos, foi morto na noite de sábado (18), com um tiro nas costas, em frente à família, enquanto usava o aplicativo do Facebook pelo celular, na Rua Madi, comunidade Mutirão, no distrito de Cacau Pirêra.

O pai da vítima, o mecânico Aldeir Teixeira Santos, 63, afirmou que o filho não tinha envolvimento com o crime e pode ter sido assassinado por engano.

De acordo com o Aldeir, por volta das 21h, o adolescente estava em frente de casa com a mãe e três irmãs. O jovem ficou sentado em cima do capô de um carro enquanto usava o celular. Conforme o pai, dois homens, ainda não identificados, chegaram em uma motocicleta amarela, também não identificada, quando começaram a atirar contra Robson.

“Os homens rondaram uma vez a rua, deram a volta, quando o ‘garupa’, de cara limpa saiu da moto e disparou várias vezes. Meu filho tentou fugir, mas ele foi atingido nas costas por uma pistola ponto 40, de uso restrito dos órgãos de segurança. O suspeito parecia ter uns 30 anos”, disse.

O pai afirmou ainda que o filho estudava na 8ª série, em uma escola próxima da comunidade, e que não tinha inimigos, nem envolvimento com o crime.

“Ele só pode ter morrido enganado. Meu filho era querido, tranquilo. Um menino alegre”, lamentou.

Robson ainda foi levado por familiares e amigos para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias, no bairro Compensa, na zona oeste de Manaus, mas não resistiu aos ferimentos.

O caso ainda não foi registrado pela família, no entanto, Aldeir informou que deve fazer o Boletim de Ocorrência.

Do d24
você pode gostar também