“Eu me senti enganada”, dispara Márcia Baranda sobre chapa de Juscelino e Nega

Da Redação | 24 Horas

[email protected]

Após semanas de silêncio, a empresária e presidente do Diretório Municipal do MDB em Parintins, Márcia Baranda, resolveu falar sobre a polêmica formação de chapa entre Juscelino Manso (PSB) e Nega Alencar (PSC), uma vez ela fazia parte do grupo político em questão e nao participou da decisão. “Me senti enganada”, disparou Márcia.

Ela conta que ficou surpresa com o anúncio de Juscelino e Nega. Márcia não foi convidada para a reunião que definiu a chapa concorrente à prefeitura de Parintins. O encontro foi comandado pelo governador do Amazonas, Wilson Lima, que abençoou a chapa. Um dia após a reunião que não participou, Baranda foi chamada pelo governador e afirma que, apesar de ter sido deixada de lado, a relação com ele continua a mesma.

Apesar de não estar na chapa deste grupo político, Márcia Baranda afirma que continua sua trajetória política. “Meu sonho é ser prefeita de Parintins. Quero chegar sólida, sempre cumprindo com minha palavra. É dessa forma que eu quero”, revela.

Questionada sobre a possibilidade de candidatura própria, Márcia fala: “vou estar no processo”, porém, sem dizer de que forma vai estar nas eleições. “Eu preciso conversar com meu grupo”, justificou.

Márcia disse estar aberta a conversar com todo mundo. Ela se mostrou aberta até a possibilidade de formar parceria com Bi Garcia. “Vou estar no processo”, repetiu convicta.

você pode gostar também