Ferry boat colide com porto de Parintins e causa problema técnico na estrutura naval

Por: Gerlean Brasil

 

Uma colisão do ferry boat São Bartolomeu causou fissura nos elos entre a primeira balsa com a segunda balsa da estrutura naval do Terminal Hidroviário de Parintins. O impacto, com certa violência contra a balsa localizada no lado leste do porto, ocorreu durante a atracação da embarcação, com o rio agitado, em virtude de tempestade sobre a região, na madrugada deste domingo, (10).

De acordo com o administrador do Terminal Hidroviário de Parintins, Cristian Lima, os elos entre a primeira balsa e a segunda balsa sofreram avaria, com a forte pressão exercida pelo choque do ferry boat sobre a estrutura naval. A administração do terminal hidroviário comunicou, como primeira medida, o incidente à Agência da Capitania dos Portos de Parintins.

Fissura entre a primeira e a segunda balsa do porto de Parintins causada por colisão de embarcação. (Foto/Divulgação)
Problema técnico entre primeira e segunda balsa motivou interdição do porto de Parintins. (Foto/Divulgação).

Conforme Cristian Lima, a Agência da Marinha do Brasil, em Parintins, interditou o porto para operações das embarcações, com embarque e desembarque de cargas e passageiros. O administrador explica que outro passo foi certificar os órgãos competentes como a Administração das Hidrovias da Amazônia Ocidental (Ahimoc) e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para atuar na solução do problema, de forma célere, e desinterditar o porto de Parintins, em um prazo de uma semana.

 

Foto ilustrativa: Divulgação

você pode gostar também