FHC sai em defesa de Doria em meio à crise no PSDB

O ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso (PSDB) manifestou apoio à pré-candidatura de João Doria ao Planalto. Em mensagem postada em uma rede social, o tucano ainda afirmou que as decisões tomadas em prévias partidárias devem ser obedecidas.

“Agiu bem o candidato João Doria. Ressaltando que o resultado das prévias deve ser respeitado”, escreveu FHC.

O ex-governador paulista enviou uma carta à direção nacional do PSDB no sábado (14), na qual chama de “golpe” a movimentação interna da legenda para tirar o seu nome da disputa eleitoral à Presidência da República. Doria foi escolhido como postulante ao cargo em prévias realizadas no fim de 2021.

A manifestação dele vem na esteira da fala do correligionário e deputado federal Aécio Neves, um dos principais nomes da agremiação.

Em entrevista à Folha de S.Paulo, Aécio teceu duras críticas à conduta do presidente do partido, o ex-deputado Bruno Araújo (PE), no processo de construção da candidatura tucana ao Palácio do Planalto.

O parlamentar acusa Araújo de tirar protagonismo da sigla e argumenta que ele trabalha para que João Doria (SP), vencedor das prévias na legenda, não seja candidato à Presidência. Para Aécio, Araújo atua mais como “advogado” do governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, que busca a reeleição, do que como líder nacional do PSDB.

Segundo ele, O caminho para rifar Doria seria um acerto pelo qual o PSDB apoiaria a candidatura de Simone Tebet (MDB-MS) à Presidência.
Aécio refuta esse acordo. “O Doria sempre foi o bode que precisava ser retirado da sala para viabilizar a candidatura de Rodrigo Garcia”, afirma ele.

 

Com informações do FolhaPress

você pode gostar também