Filhote de peixe-boi é resgatado em comunidade do Zé Açu em Parintins

Um filhote de peixe-boi, pesando cerca de 30 Kg, foi resgatado em uma comunidade ribeirinha de Parintins, no interior do Amazonas, nesta quarta-feira (12).

Sem muitas chances de sobreviver sozinha na natureza, o animal deve crescer em um dos berçarios do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), em Manaus.

O filhote foi encontrado na região do Zé Açu, no dia 24 de abril. Uma família cuidou dele até a chegada do resgate. Enquanto isso, ele foi colocado em um “cercadinho”.

A área onde ele foi encontrado é alvo da caça predatória da espécie, considerada ameaçada de extinção. Por conta disso, a família fez um apelo contra a atividade ilegal.

“A gente pede, por favor, que não façam isso (caça predatória). Porque vocês não sabem o quanto esse animal é lindo. Só vocês convivendo e aprendendo com eles todo dia, foi como a gente fez. É um animal extraordinário, super inteligente, e ela era uma coisa pra mim”, disse, emocionada, a comunitária Kelly Guimarães.

 

Chamada carinhosamente de “Princesa”, o filhote de peixe-boi foi levada de carro até Parintins, até a casa de Salvador Leal, ex-servidor do Ibama e que já ajudou no resgate de 34 filhotes de peixe-boi na região.

“São pescadores inescrupulosos que fazem a pesca do peixe-boi e aí eles, as vezes, abatem a mãe e os filhotes ficam se batendo na margem dos lagos e rios”, contou. A pesca e venda da carne do peixe-boi é considerada crime ambiental e pode resultar em multas e até prisão.

Com informações do g1

você pode gostar também