Funai lança concurso público com 220 vagas e salários de até R$ 6,3 mil

Das 220 vagas, 202 oportunidades são para o cargo de indigenista especializado. Foto: Jair Araújo

A Fundação Nacional do Índio (Funai) lançou um concurso público com 220 vagas para as unidades da instituição no País, entre elas o Amazonas. Os salários chegam a R$ 6,3 mil. O edital do concurso, que é realizado pela Escola de Administração Fazendária (Esaf), foi publicado na edição de ontem (22) no Diário Oficial da União (DOU).

Das 220 vagas, 202 oportunidades são para o cargo de indigenista especializado. Para concorrer, o candidato pode ter qualquer curso de Ensino Superior. O salário para o cargo é de R$ 5.345,02.

Outro cargo é o de contador, com seis vagas, onde é preciso ter Ensino Superior em ciências contábeis e registro no respectivo conselho de classe. A remuneração é de R$ 5.345,02.

Há ainda outras oportunidades para engenheiro agrônomo, com cinco vagas. O requisito é ter Ensino Superior em engenharia de agrimensura e registro no conselho de classe da área. Esses também são os requisitos para o cargo de engenheiro área 1 – agrimensura, onde há mais quatro vagas. Os salários são de R$ 6.330,31.

O concurso da Funai também tem três vagas para engenheiro área 2 – civil. O candidato precisa ter formação de nível Superior em engenharia civil e registro no conselho de classe da área. A remuneração oferecida é de R$ 6.330,31.

As vagas são para as várias unidades da Funai no Brasil, como no Amazonas. A previsão é que as provas objetivas e discursivas sejam aplicada no dia 7 de agosto. No Amazonas, as provas serão realizadas em Manaus, Tabatinga e São Gabriel da Cachoeira.

A inscrição pode ser feita no site www.esaf.fazenda.gov.br, entre 2 e 16 de maio. A taxa exigida para inscrição é de R$ 120 para os cargos de engenheiro agrimensor, agrônomo e civil e de R$ 100 para os demais cargos.

Do Dez Minutos

você pode gostar também