-Publi-A-

Funcionários da prefeitura de Manaus envolvidos em irregularidades no sorteio de programa habitacional são exonerados

Pelo menos cinco funcionários da Prefeitura de Manaus, que estão sendo investigados pelo Ministério Público Federal (MPF) por irregularidades no processo de sorteio dos contemplados para receber apartamentos no Residencial Cidadão Manauara 2, foram exonerados nessa sexta-feira (20).

O residencial, destinado a pessoas de baixa renda, foi inaugurado na quarta-feira (18), com a presença do presidente Jair Bolsonaro. Ao todo, 500 famílias foram sorteadas para receber um apartamento no Residencial Cidadão Manauara. Para concorrer, elas se inscreveram no Programa Casa Verde Amarela, do Governo Federal.

Segundo o Portal da Transparência, os servidores contemplados atuavam em órgão da Prefeitura de Manaus e ganhavam salários entre R$ 2.800 e a R$ 4.300.

A proposta do programa é oferecer moradia para famílias de baixa renda e tem como requisitos, renda inferior a R$ 2 mil por mês, morar em áreas que sejam consideradas insalubres ou famílias que tenham pessoas com deficiência, além de outros requisitos.

As chaves dos imóveis ainda não foram entregues aos contemplados. Segundo os síndicos dos conjuntos residenciais vizinhos, a entrega deve acontecer neste fim de semana.

A reportagem questionou a Prefeitura de Manaus sobre a exoneração dos demais funcionários e aguarda resposta.

Com informações do g1

você pode gostar também