-Publi-A-

FVS-RCP registra 02 casos da ‘doença da urina preta’ em Parintins

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas- Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), recebeu mais 11 notificações de casos de rabdomiólise, nesta segunda-feira (30/08). Ao todo, são 44 casos da síndrome notificados no estado, 34 em Itacoatiara (sendo um óbito), quatro em Silves, dois em Manaus, dois em Parintins, um em Caapiranga e um em Autazes.

Os casos de rabdomiólise registrados no Amazonas estão associados à Doença de Haff, conhecida como “doença da urina preta”, nome dado devido ao aparecimento de uma urina escura na pessoa infectada que se dá por causa da insuficiência renal causada pela doença.

Das 11 novas notificações registradas, cinco são de Itacoatiara, quatro de Silves e duas de Parintins. Nesta segunda-feira (30/08), seguem internadas 10 pessoas, todas de Itacoatiara (10 adultos). Os demais pacientes receberam alta hospitalar.

Rabdomiólise – A rabdomiólise é uma síndrome clínico-laboratorial que decorre da lesão muscular com a liberação de substâncias intracelulares para a circulação sanguínea.

Ocorre normalmente em pessoas saudáveis, na sequência de traumatismos, atividade física excessiva, crises convulsivas, consumo de álcool e outras drogas, infecções e ingestão de alimentos contaminados, que incluem o pescado. O quadro clínico da doença pode incluir elevações assintomáticas das enzimas musculares séricas (creatinina-fosfoquinase – CPK).

Referência – A FVS-RCP é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas. A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus. Os contatos telefônicos da FVS-RCP são (92) 3182-8550 e 3182-8551.

você pode gostar também