Garis têm vidas ameaçadas por objetos cortantes e população é alertada

Da Redação | 24 Horas
[email protected]

Parintins (AM) – Trabalhadores da coleta de lixo domiciliar, frequentemente, têm as vidas ameaçadas, por objetos cortantes dentro das sacolas de resíduos, nas ruas de Parintins. Os garis correm sérios riscos de sofrerem graves acidentes ou até mutilações, quando surpreendidos, principalmente por vidros quebrados, entre outros materiais.

O Coordenador Municipal da Coleta de Lixo Domiciliar, Fernando Buás, chama a atenção para a separação dos resíduos para evitar riscos às atividades dos trabalhadores. “Que a população tenha um pouco mais de compreensão sobre os materiais cortantes e perfurantes nas sacolas de resíduos”, clama.

Fernando Buás orienta a população para que esse tipo de material seja embalado em papelão, jornal ou garrafa peti (cortado no meio para ser encaixado com os objetos). “Isso vai fazer com que não ocorram acidentes e nossos trabalhadores não fiquem ausentes do serviço, por questões médicas”, explica.

O gari Jander Azevedo se tornou vítima de um corte profundo na perna e perdeu muito sangue, após sofrer acidente, no mês de fevereiro deste ano. “A gente pede a colaboração para nos ajudarem nesse trabalho essencial, onde recolhemos toneladas de lixo, diariamente, da frente das residências”, reitera Fernando Buás.

você pode gostar também