-Publi-A-

General do Exército assume secretaria de Segurança Pública do Amazonas

General de divisão do Exército Brasileiro, Carlos Alberto Mansur (à dir.) — Foto: Divulgação

O general de divisão do Exército Brasileiro Carlos Alberto Mansur assume a secretaria de Segurança Pública do Amazonas nesta terça-feira (3). O coronel da Polícia Militar Louismar Bonates, que respondia pela pasta, deixa o cargo por motivos de saúde.

O general é pai do coordenador do Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot), Victor Mansur.

O general Carlos Alberto Mansur nasceu em Paranaguá (PR) e iniciou a carreira militar em 1977, quando entrou na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, sediada em Campinas (SP). Foi declarado aspirante a oficial da Arma de Artilharia em 1983 e classificado no 5º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado, sediado em Curitiba (PR).

Bacharel em Ciências Militares pela Academia Militar das Agulhas Negras, o general Mansur tem especialização em Manutenção de Material Bélico pela Escola de Material Bélico; Montanhismo, pelo 11º Batalhão de Infantaria de Montanha; Inteligência Militar pela Escola de Inteligência Militar do Exército; Comunicação Social, pelo Centro de Comunicação Social do Exército; Inglês, pelo Centro de Idiomas do Exército; e em Operações na Selva, pelo Centro de Instrução de Guerra na Selva.

Também é pós-graduado em Comando e Estado-Maior, e Política, Estratégia e Alta Administração do Exército, ambos pela Escola de Comando e Estado Maior do Exército; em Planejamento Estratégico Organizacional, pela Fundação Trompowski; e Master in Business Administration (MBA), pela Fundação Getúlio Vargas (RJ). O general também é mestre em Operações Militares, pela escola de Aperfeiçoamento de Oficiais.

Ocupou cargos como comandante da subunidade e oficial de operação do 14º Grupo de Artilharia de Campanha, fez parte do corpo docente da Academia Militar das Agulhas Negras, foi Observador Militar da Organização das Nações Unidas (ONU) na Guatemala, chefe da seção de medalhista da Secretaria Geral do Exército, diretor do Patrimônio Histórico e Cultural do Exército no Rio de Janeiro, chefe do Estado-Maior da 1ª Brigada de Infantaria de Selva em Boa Vista (RR); chefe da 3ª Seção (Operações) do Comando Militar do Sudeste e subchefe do Estado-Maior do Comando Militar da Amazônia (CMA), em Manaus (AM).

O general Mansur foi Adido Militar de Defesa Naval, do Exército e da Aeronáutica na China, Coréia e Vietnã. Foi vice-chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, sendo este o último cargo ocupado na instituição nacional.

O general também passou pelo alto escalão do Exército Brasileiro, comandando unidades militares como o 10º Grupo de Artilharia de Campanha de Selva em Boa Vista (RR); Escola de Formação Complementar do Exército e Colégio Militar de Salvador (BA); 1ª Brigada de Infantaria de Selva de Boa Vista (RR); 5ª Região Militar de Curitiba (PR), e 12ª Região Militar, em Manaus (AM).

 

Honrarias

 

 

O general Mansur foi homenageado com títulos de cidadão do Amazonas, cidadão de Boa Vista (RR) e do Paraná.

Foi condecorado com mais de 50 medalhas. Entre elas estão a de Amigo do Bombeiro do Estado de Roraima; Amigo da PMRR; Mérito de Tiro de Guerra; Mérito Cândido Mariano; de 180 Anos da Polícia Militar do Amazonas; Marechal Osório – O Legendário; Mérito Tamandaré; Almirante Tamandaré; Amigo da Marinha; Ordem do Pinheiro Paraná; Pró Pátria; Mérito Judiciário Militar; Militar de Ouro, e Ordem do Mérito Militar – Grau Comendador.

Com informações do g1

você pode gostar também