-Publi-A-

Gianecchini reclama de falta de preparação: ‘Jogado na cova dos leões’

A partir desta sexta-feira (7), Reynaldo Gianecchini encabeçará o elenco de ‘A Lei do Amor’, da Globo, com a mudança de fase da novela das nove. O ator que passou dois meses se preparando para o papel com Chay Suede, disse em entrevista ao ‘Notícias da TV’, que lamenta não ter tido o mesmo preparo para sua estreia na TV, há 16 anos, em Laços de Família.

“Acho que o Chay Suede veio de uma geração que teve acesso a muito coisa. Essa preparação que ele teve para fazer essa novela, eu nunca tive isso. Eu acho que ele vem muito mais estruturado. Muito mais preparado do que eu naquela época [de Laços de Família]. Era a minha primeira novela. Eu não sabia realmente nada. Fui jogado na cova dos leões e falaram: ‘Se vira’. Um personagem enorme, com uma carga de trabalho muito grande. Não dava tempo para ninguém ficar me ensinando. Os tempos são outros agora”, diz o ator ao site.

Aos 43 anos, ele conta que não gostava de se ver em cena em 2000, quando contracenava com Vera Fischer e Camila Dieckmann.

“É sempre difícil a gente se ver. Depois que se passam anos, você vê sem aquela ansiedade. Hoje em dia, eu vejo e comento que eu era verde. Tinha uma imaturidade enorme da profissão, mas tinham umas coisas bem legais, como a minha vontade de estar ali, o olhinho de quem realmente estava querendo aprender. Tinha um encantamento meu de descoberta”, comentou.

Para a nova novela, com um visual diferente, Gianecchini conta que “se disfarçou” com a barba e o cabelo claros de seu personagem. Como não era reconhecido nas ruas, viu jogos da Olimpíada do Rio como qualquer torcedor e andou de ônibus.

Do Notícias ao Minuto

você pode gostar também