Governo de RR libera transporte coletivo interestadual com restrição de 75% da capacidade

O governador de Roraima, Antonio Denarium (sem partido), liberou a circulação do transporte coletivo interestadual, porém, com restrição de 75% da capacidade de passageiros e apenas uma viagem por dia. O decreto foi assinado nesta segunda-feira (15) e deve ser publicado no Diário Oficial do Estado.

Segundo o governo, as empresas também devem higienizar os veículos antes da partida, durante e ao final da viagem.

O transporte coletivo de passageiros entre Boa Vista e Manaus estava proibido desde 25 de janeiro. Na época, o governo considerou a crise na saúde do Amazonas e o aumento no número de casos e de ocupação dos leitos em Roraima.

“Mantivemos as mesmas regras adotadas na retomada do transporte intermunicipal. Além disso, todos os ônibus devem parar na barreira sanitária de Jundiá, onde os passageiros terão a temperatura medida. Quem apresentar algum sintoma será encaminhado para uma unidade de saúde”, explicou o governador Antonio Denarium.

Home office

 

O governo também prorrogou, pela terceira vez, o decreto que estabelece o sistema de trabalho remoto (home office) e rodízio de servidores estaduais, exceto de serviços essenciais como a saúde e segurança. A medida é valida por mais 15 dias.

Desde o início da pandemia, Roraima registra 85.856 infectados e 1.232 mortes por Covid-19, o que supera mais que quatro vezes a estimativa do governador Antonio Denarium (sem partido), de que morreriam 300 pessoas durante a pandemia no estado.

Com informações do g1

você pode gostar também