Homem é condenado a 37 anos de prisão por estupro da própria filha em Tabatinga

Caso aconteceu em 2008 e sentença foi expedida em setembro deste ano. Homem foi localizado pela polícia em Manaus.

Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca) realizou prisão. — Foto: Rebeca Beatriz/G1 AM

Um homem de 48 anos foi preso, nesta quinta-feira (5), após ser condenado pela Justiça pelo estupro da própria filha. O caso aconteceu em 2008, no município de Tabatinga, no interior do Amazonas, quando a vítima tinha 12 anos.

A sentença que resultou na prisão do homem foi expedida no dia 25 de setembro deste ano, pela juíza Barbara Marinho Nogueira, da 2ª Vara da Comarca de Tabatinga. O mandado de prisão foi cumprido na manhã desta quinta (5), na Zona Leste da capital, por uma equipe da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

De acordo com a delegada Joyce Coelho, titular da Depca, o homem cometeu o crime de estupro de vulnerável em três momentos. Em um deles, ele aproveitou que a mãe da menina havia saído para o trabalho para acariciar o corpo da jovem, e, em outro, chegou a ter conjunção carnal com ela.

Segundo a polícia, as agressões eram sempre seguidas de ameaças.

“Na época do crime, a adolescente procurou sua mãe para informar o ocorrido e, após a delação, o homem se evadiu de Tabatinga. O mandado de prisão em razão de sentença condenatória em nome dele foi expedido em setembro deste ano e, por meio de investigações das nossas equipes da Depca, localizamos o paradeiro do indivíduo e cumprimos o mandado judicial”, explicou a delegada.

Ainda segundo Joyce, o homem foi condenado a 37 anos, dois meses e seis dias de prisão pelo crime de estupro de vulnerável. Após os procedimentos cabíveis, ele será encaminhado a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.

Com informações do g1

você pode gostar também