Hospitais de Parintins ganham gasômetros, a partir de ação conjunta entre DPE, MPT e Semsa

Parintins (AM) – A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) recebeu dois gasômetros destinados aos hospitais Padre Colombo e Jofre Cohen, neste sábado (04). Os equipamentos, adquiridos com recursos de Execução de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), em decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (AM/RR), são essenciais para o enfrentamento da Covid-19.


A conquista dos aparelhos se deu a partir da sensibilização do Ministério Público do Trabalho (MPT) quanto ao pleito apresentado pela Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM) e a Semsa. A compra dos gasômetros foi completamente custeada pelo valor de R$ 270 mil levantado no TAC promovido pelo MPT e revertido, após sentença da Justiça do Trabalho, em prol ao fortalecimento da saúde pública de Parintins.

A utilização dos equipamentos permitirá, aos médicos, fazerem uma leitura técnica do quadro de saúde do paciente grave, com avaliação da necessidade ou não de remoção, via Unidade de Terapia Intensiva (UTI) aérea para Manaus. A defensora pública Gabriela Gonçalves, responsável pela atuação da Defensoria Pública no caso, compareceu à entrega dos equipamentos no Hospital Jofre Cohen.

Gabriela Gonçalves destaca o trabalho social do MPT e a parceria da Semsa, com ênfase ao compromisso efetivo da DPE em lutar coletivamente pela população. Na quarta-feira, 01 de abril, o juiz substituto do TRT11, José Antonio Correa Francisco, deferiu pedido do procurador-chefe do MPT, Jorsinei Dourado do Nascimento, e destinou R$ 270 mil para a aquisição dos aparelhos.

Os hospitais públicos de Parintins não possuíam esse equipamento, necessário para o controle de emissão de gases no tratamento de pacientes com Covid-19. Enquanto os respiradores fazem a ventilação pulmonar, para evitar mortes ou agravamento da doença, o gasômetro controla a quantidade desses gases aos pacientes internados, sob cuidados intensivos.

você pode gostar também