-Publi-A-

I Festival Amazonas de Turismo entra para o calendário oficial de eventos do Governo do Estado

Com aproximadamente 40 estandes montados no Centro de Convenções Vasco Vasques, o I Festival Amazonas de Turismo foi aberto na sexta-feira (24) e vai até a segunda-feira (27) com uma vasta programação. O evento é promovido pela Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur) em parceria com a Secretaria de Cultura do Estado e a Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa (Aleam). Durante a solenidade de abertura o secretário de Cultura, Marcos Apolo disse que o festival fará parte do calendário oficial de eventos do Estado do Amazonas. Apolo também salientou a participação de diversos municípios, mostrando toda a preocupação que o Governo tem com o interior.

Já o presidente da Amazonastur, Sérgio Litaiff colocou o I Festival Amazonas de Turismo como um marco na retomada gradual das atividades turísticas. “Estamos cumprindo todos os protocolos da Vigilância Sanitária. Sei o quanto o setor sofreu com a pandemia, por isso quero homenagear todo o trade turístico do Amazonas, pois eles são verdadeiros guerreiros. Considero o dia de hoje como histórico, ainda mais quando enxergamos vários municípios participando ativamente. Isso é a prova de que estamos indo na direção certa que é a interiorização do turismo”, afirmou o presidente da Amazonastur.

Sérgio Litaiff fez questão também de mencionar outras ações voltadas para o interior como, por exemplo, os cursos que são oferecidos pelo Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), o Plano de Turismo em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) e o Programa Turismo em Movimento. “É o momento de despertar o sentimento de pertencimento para fortalecer as políticas públicas para o turismo, afinal, o Amazonas é um destino que o Mundo quer conhecer”, salientou.
Para o presidente da Comissão de Turismo, Fomento e Negócios da Assembleia Legislativa, deputado Tony Medeiros (PSD) o turismo, mesmo na pandemia, se mostrou importante quando contribuiu com mais de R$ 600 milhões com o PIB Estadual. “A pandemia nos jogou na maior crise que o setor do turismo já viveu. Até as comunidades fecharam para as canoas. No entanto, a realização desse festival pode ser entendido como parte da reconstrução do setor. O turismo está provando que pode ser sim uma alternativa de desenvolvimento”, ressaltou o deputado.

Tony lembrou ainda que o potencial do Estado do Amazonas é enorme. “Temos o potencial mineral, pesqueiro, petróleo e gás, madeireiro e o turismo de pesca esportiva. Temos tudo que o turista quer como praias de areias brancas, o maior rio do mundo, a maior floresta tropical do planeta, o mais bonito teatro do mundo, assim como o maior festival folclórico do planeta, sem falar na cadeia de montanhas de São Gabriel da Cachoeira. Com tudo isso, precisamos mudar a realidade que hoje aponta que 49% da população amazonense vive abaixo da linha da pobreza. O turismo pode ajudar nessa mudança”, concluiu o deputado Tony Medeiros.

O festival prossegue sempre pela parte das tarde, a partir das 16 horas no sábado, domingo e segunda-feira com uma programação diversificada. Nos estandes o visitante pode conhecer os diversos artesanatos feitos nos municípios, a gastronomia e as festas culturais, principalmente as religiosas. No palco tem show de humor, apresentação de danças e cantores regionais.

você pode gostar também