-Publi-A-

Idoso é resgatado com vida após 5 dias perdido em floresta no interior de Parintins

Resgate Ambrósio Seixas do Santos - Foto: Bombeiros/Divulgação

Ao ser encontrado o idoso estava debilitado, desidratado, totalmente desorientado e apresentava ferimentos nas pernas, espinhos nos pés e não tinha mais forças para ficar de pé e caminhar

Ataíde Tenório | Gazeta Parintins

O aposentado Ambrósio Seixas dos Santos (o Seo Ambrósio), 82 anos de idade, foi resgatado com vida após ficar por cinco dias perdido na floresta das proximidades da comunidade Santo Expedito, região do Rio Uaicurapá, zona rural de Parintins (município distante 369 Km de Manaus).

Segundo o Sargento Cardoso, da 3ª Companhia Independente de Bombeiro Militar de Parintins (3ª CIBM), que na manhã de hoje (dia 08) comandou a operação que salvou a vida do idoso, no momento que foi encontrado, Seo Ambrósio estava debilitado e não conseguia mais se manter em pé. A equipe de busca composta pelo Sargento L. Cardoso e dos brigadistas florestais Ismael, Santarém e Picanço contou com apoio 17 pessoas da comunidade, familiares e amigos no ancião.

“Ao raiar do dia reuni a equipe no local onde cidadão foi visto pela última vez, orientei e preparei psicologicamente a todos no caso de encontra-lo sem vida. Pedi que ficassem a uma distância que um ouvisse o outro e iniciamos a busca. Às 8horas um membro do grupo visualizou o idoso e deu o alarme, corri e tomei conta da situação, pois todos não sabiam o que fazer. Acalmei a todos e realizei alguns procedimentos de rotina. O idoso estava bem debilitado, desidratado, totalmente desorientado, ferimentos nas pernas, espinhos nos pés e não tinha mais forças para ficar de pés e caminhar, ele estava somente de camisa, calção e sem calçado. Após reidrata-lo o conduzimos à comunidade e de lá foi transportado até o hospital Jofre Cohen em Parintins”, relata Sargento Cardoso.

Idoso é resgatado com vida após 5 dias perdido na floresta no interior de Parintins
Idoso é resgatado com vida após 5 dias perdido na floresta no interior de Parintins

Ainda segundo o bombeiro militar, “Seo Ambrósio estava desaparecido desde o dia 3 de novembro quando havia ido com um dos filhos dele até uma roça da família. Ele me revelou que durante os cinco dias que ficou perdido comeu apenas dois cajus que encontro na floresta”, finaliza Cardos.

você pode gostar também