Indiciado por homicídio de carroceiro em rebelião é morto a tiros no Itaúna 02

Foto: Cleimer Carneiro

__

Duas pessoas não identificadas são suspeitas de matar o indivíduo Antônio Pereira Bilber, 29 anos, conhecido como Pretinho, com, pelo menos, cinco tiros de revólver calibre 38, na Rua 05, bairro Itaúna 02, noite desta sexta-feira, (05/06). Após serem comunicados pela central de operações sobre disparos de arma de fogo, policiais militares encontraram o corpo da vítima, por volta das 20h.

Ao chegar no local do crime, a PM solicitou o apoio do Corpo de Bombeiros que constatou a morte. Os policiais militares foram informados por populares que dois homens, em uma motocicleta modelo Broz, cor preta, da marca Honda, efetuaram tiros contra Antônio Pereira Bilber. Investigadores da 3° Delegacia Interativa de Polícia (DIP) já iniciaram a apuração do crime para resolução dos fatos.

Corpo foi encontrado por policiais militares, após comunicado sobre tiros de arma de fogo na Rua 05 do Itaúna 02. (Foto/Polícia Militar)

Envolvimento em morte em rebelião

Antônio Pereira Bilber era indiciada pelo homicídio quadruplamente qualificado do carroceiro Adimil Souza, durante a maior rebelião ocorrida na Unidade Prisional de Parintins, no dia 1° de setembro de 2014.

Em 2017, o Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM) denunciou Antônio Bilber à Justiça para ser condenado pelo crime, enquadrado por homicídio quadruplamente qualificado por motivo de meio cruel, por ter algemado o carroceiro, lesionado com diversas pauladas e golpes, decapitado e amputado uma das mãos, com impossibilidade de defesa à vítima.

Depoimentos de testemunhas, laudo necroscópico e fotografias comprovaram os indícios e materialidade do crime. O Ministério Público solicitou que Antônio Pereira Bilber fosse ainda enquadrado pelo crime de vilipêndio a cadáver para ser levado a julgamento no Tribunal do Júri no Fórum de Justiça de Parintins.

você pode gostar também