Inpa oferece vagas para mestrado em Agricultura no Trópico Úmido

As inscrições encerram no dia 10 de fevereiro.

O  Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI) está com as inscrições em nível mestrado em Agricultura no Trópico Úmido.  As inscrições que começaram no dia (25) de janeiro encerra no dia (10) fevereiro.

O Programa está com seleção para quatro vagas, com ingresso dos candidatos selecionados em março de 2021. O processo seletivo é composto por quatro fases: análise documental da inscrição, prova de conhecimento (oral), prova de suficiência em língua inglesa (oral) e análise curricular.

As inscrições devem ser feitas de forma on-line pelo envio dos documentos exigidos no edital, digitalizados em um único arquivo de formato PDF e enviados para o e-mail [email protected], dentro do período de inscrição.

Devido à pandemia do novo coronavírus, as provas serão on-line e individual, no período de 19 a 25 de fevereiro de 2021, das 8h às 12h e 14h às 18h (horário de Manaus), com duração de até uma hora. Os candidatos inscritos vão receber até o dia 18 de fevereiro as informações de horário e link de acesso à prova, pelo e-mail cadastrado na inscrição.

A divulgação dos resultados será feita por meio de publicação no site da Pós-Graduação do Inpa https://portal.inpa.gov.br/index.php/pos-graduacao/regulamentos-e-documentos, por ordem de classificação, a partir do dia 27 de fevereiro de 2021. Os aprovados têm até o dia 28 de fevereiro para confirmar, por e-mail, a pretensão da vaga, e nos dias 01 e 02 de março para realizar a matrícula com envio dos documentos para secretaria do PPG-ATU ([email protected]).

O Curso de Pós-Graduação em “Agricultura no Trópico Úmido” tem como objetivo qualificar profissionais nas áreas de pesquisa e desenvolvimento, ensino, extensão, inovação e gestão, de modo a gerar recursos humanos aos sistemas públicos e privados, de Ciência, Tecnologia & Inovação e de Pesquisa & Desenvolvimento da região Amazônica capazes de contribuir para o desenvolvimento de agricultura sustentável e a melhoria da qualidade de vida de seus habitantes.

Com informações do Portal Amazônia

você pode gostar também