-Publi-A-

Israel Paulain diz ter sido ameaçado de morte, em Nhamundá

O artista Israel Paulain, que participa da eleição mais nervosa e mais polarizada do pleito municipal do Estado do Amazonas como candidato a prefeito de Nhamundá pelo PMDB, relatou na madrugada desta terça-feira, dia 6, que foi ameaçado de morte por um grupo de pessoas ligadas a seu único adversário, o atual prefeito, que é seu primo, Nenê Gledson Hadson Paulain Machado (Pros).

Segundo Israel, a ameaça teria ocorrido nesta segunda-feira, dia 5, quando ele visitava a região mais remota de Nhamundá, a Terra Indígena Heskaryana, a três dias de viagem da sede do município.

De acordo com ele, dez homens armados, comandados por Gleidson Machado, irmão do prefeito, tentaram alcançar sua comitiva quando ele visitava a aldeia Kassawá e que, para isso, se aproximaram dos indígenas a pretexto de guiá-los até o lugar onde Israel Paulain fazia campanha.

O pior só não aconteceu, relatou o candidato em seu retorno à cidade nesta madrugada, porque, quando o grupo chegou à comunidade a comitiva já havia saído há horas.

Em mensagem que distribuiu num grupo de WhatsApp, o peemedebista diz que está bem e que já comunicou a intimidação aos órgãos competentes.

Os aliados de Israel Paulain estão preocupados com os rumos da campanha política no município por causa do histórico de truculência do prefeito e seus auxiliares, como ocorreu em julho de 2015, quando o secretário de obras local agrediu o vereador de oposição Marcinaldo Santos (PMN), que no dia 1º voltou a ser intimidado por gente ligada ao prefeito.

Do BNC

você pode gostar também