-Publi-A-

Jair Mendes faz rito de passagem para tripa em Festa Junina do Sesc

“Semeando o folclore para as futuras gerações”. Esse foi o tema da Festa Junina do Serviço Social do Comércio (Sesc), com a participação do artista plástico precursor do Festival Folclórico de Parintins, Jair Mendes, 77 anos, na noite de sexta-feira, 14 de junho. O criador dos bumbás de pano de Parintins fez o rito de passagem de sabedoria ao tripa mirim do Boi Sesquinho, Carlos Eduardo.

O artista criou o “Boi Biônico” Garantido, em 1978, inspirado em uma série do cinema americano, e dançava como tripa. A gerente do Sesc Parintins, Mary Cardoso, considerou emocionante a festa junina, com a proposta da semente da cultura deixada por Jair Mendes. “Esse rito de passagem foi um momento marcante em que Seu Jair passou a sabedoria para o tripa do Boi Sesquinho”, comentou.

Na cerimônia simbólica, passou um filme na memória de Jair Mendes ao relembrar de quando fez o primeiro boi de cesta, aos 7 anos de idade. “Depois fiz outro boi mirim aos 11 anos e me empolguei com esse negócio de boi. A partir daí, fui pintar o Garantido com 15 anos, pela primeira vez, com o Lindolfo Monteverde. O boi tomou essa dimensão e já tenho até ciúme em olhar como ficou a brincadeira”, revelou.

você pode gostar também