-Publi-A-

Jornalista é morto durante transmissão ao vivo na República Dominicana

O jornalista Luís Manuel Medina, apresentador do programa “Milenio Caliente”, foi morto na manhã da última terça-feira (14/2) durante uma transmissão ao vivo. O diretor e produtor, Leo Martínez, também foi assassinado no escritório da rádio FM 103,5, em San Pedro de Macorís, na República Dominicana, Santo Domingo.

Segundo o jornal O Globo, Dayaba Garcia, secretária da emissora, também foi baleada durante o ataque, e levada para um hospital, onde precisou passar por uma cirurgia.

O “Milenio Caliente” é um popular programa de rádio local, reconhecido pela análise política e campanhas sociais. Em semanas recentes, Medina condenou repetidamente a poluição no Lago Mallen, um santuário protegido na cidade. De acordo com a polícia, três homens foram presos, mas nenhum deles foi acusado até o momento.

O programa estava sendo transmitido pela rádio e pelo Facebook. Durante a transmissão, é possível ouvir o som dos tiros, e os gritos de uma mulher, até que o sinal é cortado abruptamente.

No Índice Global de Liberdade de Expressão da ONG Repórteres Sem Fronteiras, o país ocupa a 62ª posição. No ano passado, o Congresso tentou aprovar uma lei que puniria jornalistas com prisão em casos de difamação, mas a proposta foi rejeitada.

você pode gostar também