Jornalista Tadeu de Souza completa 1 ano de falecimento

Foto: Lucas Paulino.

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

Parintins (AM) – Nesta quinta-feira, 6, o jornalista José Tadeu Noronha de Souza, o Tadeu de Souza, completa um ano de falecimento. Ele morreu aos 58 anos, no Hospital Jofre Cohen, em Parintins, ao sofrer um infarto fulminante.

Natural de Belém do Pará, Tadeu de Souza, nasceu dia 28 de outubro de 1960 e iniciou sua carreira em Parintins, a cidade que conquistou seu coração, em 1974, na Rádio Alvorada onde trabalhou por mais de 30 anos.

O jornalista que foi considerado por seus fãs “a voz da comunidade” desejou ser padre da juventude. Devido a sua profissão e por ser duro em suas críticas, Tadeu sofreu uma tentativa de homicídio em 1998.

“O segredo do nosso sucesso é que eu falo o que o povo quer falar, quando eu digo que a lei nesse país protege vagabundo porque é verdade”, falou Tadeu de Souza.

Ele cursou a faculdade de jornalismo em São Paulo (1994 – 1997). Além disso, Souza foi um dos fundadores da Academia Parintinense de Letras em 2009, em que foi secretário.

Apaixonado por sua profissão e pela família, o jornalista casou com a bacharel em Ciências Política, Jossineias Farias, conhecida como Dona Jô, dia 5 de dezembro de 1997 e tiveram uma filha, a Nilza Rita Farias de Souza. Ele também teve outra filha no seu primeiro casamento, a Aliria Abecassis de Souza, quem lhe deu uma neta por quem tinha um enorme carinho, a pequena Maria Luiza, a Malu.

Sua outra paixão era pela leitura e por escrever, tanto que ele deixou uma biblioteca com quase quatro mil títulos, foi autor de quatro livros e estava escrevendo o quinto contando a história do Festival Folclórico de Parintins.

A viúva de Tadeu, Jossineias Farias, conta que quando viajava, uma das atividades que o jornalista mais gostava de fazer era garimpar sebos. Ele também usou um de seus dons da Comunicação para declarar seu amor para sua esposa e destacar a importância da família a suas filhas.

“Só no primeiro ano namoro ele compôs 450 poemas para mim. Também escreveu crônicas, poesias e contos para complementar as longas conversas com as filhas. Para elas, Tadeu foi muito mais do que um pai e um amigo”, lembra Dona Jô.

Tadeu trabalhou na emissora de TV Rede Boas Novas (RBN) em Parintins de 2000 a 2005. Ele apresentou o programa Agora Parintins, da então TV Em Tempo/SBT, do grupo Roman Neves de Comunicação e grupo Bringel, produzido pela produtora Paulino Produções, no canal 22, de segunda à sexta às 12h. Hoje o programa é transmitido pela TV Norte Amazonas/SBT. O Agora Parintins foi lançado dia 24 de dezembro de 2012, onde Tadeu trabalhou do início de seu lançamento até o fim de sua vida.

Além disso, ele foi correspondente do SBT em Parintins e diretor do Blog Tadeu de Souza (blogtadeudesouza.com.br), apresentava os programas de rádio Giro de Notícias, de segunda à sexta-feira, das 5h30 às 6h, e no sábado apresentava Agora é Show, das 7h15 às 8h30, na Rádio Clube de Parintins FM 100,7, onde chegou a ser diretor por seis anos.

O Flamenguista, devoto de Nossa Senhora do Carmo e torcedor do Boi Garantido, Tadeu de Souza, deu oportunidade para outros profissionais da Comunicação que hoje já ganharam seu próprio espaço no mercado de trabalho, entre eles os jornalistas Márcio Costa e Geandro Soares; o cinegrafista Iziel Pimentel, o Dj Adelino Aguiar que chegou a ser repórter e substituir o Tadeu na apresentação do programa Agora Parintins quando o mesmo precisava se ausentar, e a jornalista Elba Kelly.

Ele também levou para a televisão os radialistas Nildo Silva e Aderaldo Reis. Seu último “apadrinhado” foi o jornalista Gilson Almeida que atuou como repórter e editor no Blog Tadeu de Souza e hoje é repórter do Portal Parintins 24 Horas.

O jornalista, radialista e escritor Tadeu de Souza reunia os amigos e familiares para uma conversa descontraída no seu tradicional café da manhã aos sábados, após o programa na Rádio Clube.

você pode gostar também