Jornalistas brasileiros elegem chapa Audálio Dantas para Fenaj (2019-2022)

A Chapa Audálio Dantas – Fenaj em defesa dos Jornalistas, do Jornalismo e da Democracia” foi respaldada nas eleições para escolha da nova gestão da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), obtendo 89,85% dos votos no pleito encerrado no último dia 18 de julho. Reeleita presidenta, a jornalista Maria José Braga conduzirá a entidade pelo triênio 2019-2022.

Do total de 2.877 votos válidos coletados em todo o Brasil, 2.585 foram para a Chapa Audálio Dantas, única que se apresentou para o pleito, resultado da unidade entre os grupos com atuação no movimento sindical dos jornalistas, após 20 anos de eleições com disputa. Segundo a Comissão Eleitoral Nacional, o total de votantes superou o quórum exigido pelas regras eleitorais.

Para a Comissão Nacional de Ética, foram eleitos Kardé Mourão (2.154 votos), Osnaldo Moraes (2.060 votos), Antônio Pinheiro Sales (2.034 votos), Cláudia de Abreu (1.985 votos) e Salomão de Castro (1.950 votos).

Eleição em números

Votos coletados – 2.877; Votos na Chapa Audálio Dantas – 2.585; Votos nulos – 11; Votos em branco – 253; Votos anulados pela CEN – 28

No Amazonas

Do universo de 151 aptos a votar, participaram 68 associados no processo eleitoral no Amazonas, respaldando a chapa Audálio Dantas – Fenaj e a Comissão Nacional de Ética – CNE ao triênio 2019-2022. O jornalista Wilson Reis, foi reeleito para vice-presidência da regional Norte 1, que compreende os Estados de Rondônia, Acre, Roraima e Amazonas.

Para elaboração, discussão de teses e eleição dos delegados ao 38º Congresso Nacional dos Jornalistas, o Sindicato no Amazonas realizará no dia 30 de julho próximo, em sua sede própria, a assembleia geral, convocada por meio de edital publicado nos veículos de comunicação do Estado.

Congresso e as lutas

Entre os desafios a serem enfrentados pela nova diretoria da FENAJ no atual cenário brasileiro está a reforma da Previdência em tramitação na Câmara dos Deputados, que dificulta o acesso da classe trabalhadora a aposentadoria pelo INSS. Outra questão é a tentativa de desregulamentação da profissão, com ataques patronais à jornada de trabalho e ao reconhecimento de funções da categoria.

A FENAJ realizará seu 38º Congresso Nacional, para definir as próximas lutas em defesa dos direitos dos jornalistas. Com o tema “Reafirmar o Jornalismo e o papel dos Jornalistas”, o evento acontecerá de 22 a 24 de agosto, em Fortaleza-CE. O evento marcará também a posse solene da nova diretoria e comissão nacional de ética.

Fonte: Fenaj/SJPAM

você pode gostar também