-Publi-A-

Jornalistas e estudantes participam, em Manaus, de simpósio de Jornalismo Esportivo

Participantes do II Simpósio de Jornalismo Esportivo na Amazônia. Foto: Arlesson Sicsu.
Jornalistas de vários lugares da Amazônia e do Brasil participaram do evento realizado no último fim de semana em Manaus 
Da Redação | 24 horas
Manaus (AM)- O Simpósio de Jornalismo Esportivo na Amazônia se tornou uma aula de paixão e de amor a profissão, além da troca de experiência. Jornalistas como Elis Alves (TV A Crítica), Fabíola Andrade (SporTV), Thiago Oliveira (Tá na Área – SporTV), André Hernan (Globo -SporTV), e Mauro Naves (Globo), contribuíram com debates, dando palavra de incentivo aos jovens comunicadores e a luta diária de vencer o medo para conquistar o sonho de ser profissional.
A Jornalista Elis Alves durante sua palestra. Foto: Arlesson Sicsu.
A programação iniciou com a palestra da jornalista Elis Alves, que há 20 anos, atua na TV A Crítica, já dirigiu programas como Ponto Crítico, Craque na TV, A Crítica na TV e atualmente no programa Manhã no Ar. Ela conversou com os jornalistas e estudantes sobre a temática “A Elaboração de um Programa Esportivo de TV em Manaus”. Ao discorrer sobre o assunto, percorreu os caminhos para definir o programa desde a pesquisa, linha editorial, abordagem, equipes, pautas, reportagens e o programa no ar. Alves ainda comentou as dificuldades enfrentadas para atuar no jornalismo esportivo. “Minha experiência não é a verdade absoluta. Eu já errei muito, mas estou sempre buscando o melhor”.
Fabíola Andrade exemplificou a falta de respeito de alguns técnicos com o jornalismo esportivo feminino. Foto: Arlesson Sicsu
Fabíola Andrade, repórter do SporTV, iniciou sua temática “O Jornalismo Esportivo Feminino” com um vídeo do técnico do Internacional, Guto Ferreira. No vídeo, ele rebate a pergunta de uma jornalista. “Desculpe, não vou fazer essa pergunta para você, porque você é mulher e, de repente, não jogou”.
“A repórter não precisa ser atleta para fazer pergunta para ele. Se naquela entrevista coletiva tinham 30 jornalistas, talvez 10 tenham jogado bola e, profissionalmente, talvez ninguém, porque viraram jornalistas e não jogaram bola profissionalmente”, disparou Andrade. A jornalista também citou “gracejos” em coletivas de imprensa feito pelos treinadores Emerson Leão e Vanderley Luxemburgo.
O Jornalista Thiago Oliveira incentivou os jovens jornalistas a não desistirem de seus sonhos. Foto: Arlesson Sicsu.
Thiago Oliveira, apresentador do programa “Tá na Área”, do canal SporTV, motivou os jornalistas presentes no evento. “Não deixem de lutar pelos sonhos. Deixem o medo para trás”, afirmou, ao contar sua trajetória iniciada na Rádio Sucesso Cidade 96,9 FM. Após deixar a emissora, foi atuar no programa Sônia Abraão, trabalhou na TV Gazeta, onde fez o Best Shop TV e o programa Super Esporte. Sua atuação no programa esportivo idealizado por ele, o fez ser convidado para atuar no SporTV.
O jornalista ainda contou suas experiências em reportagens especiais, a forma de como usa as redes sociais no trabalho e pediu cuidado quando se tentar fazer “graça” em matérias de jornalismo esportivo. “Pode dar certo, mas pode não dar”, alertou.
Mauro e André encerraram o Simpósio de Jornalismo na Amazônia. Foto: Arlesson Sicsu.
Mauro Naves e André Hernan fecharam o simpósio destacando suas experiências em grandes coberturas jornalísticas. Durante o bate-papo, voltaram a falar da importância da imparcialidade durante as coberturas esportivas, das coberturas de copas e olimpíadas e o novo formato das redações do grupo Globo. Um ponto polêmico durante a conversa foi sobre ex-atletas estarem atuando no lugar de jornalistas. Mauro e André afirmaram que os atletas somam com as equipes esportivas. “Agora, o atleta ir pra beira do campo tomar o lugar do jornalista, aí eu sou corporativista”, destacou Naves.
A Jornalista Larissa Balieiro ficou emocionada ao destacar o sucesso do evento. Foto: Arlesson Sicsu.
Emoção
A jornalista Larissa Balieiro, idealizadora do projeto, se emocionou, desabafou e agradeceu a todos presentes no 2º Simpósio de Jornalismo Esportivo na Amazônia. Com suas palavras, o evento encerrou como uma verdadeira aula de amor pela profissão. “Todo mundo sabe o quanto sou apaixonado pela minha profissão. Não se prendam a salário, não se prendam ao emprego em que estão agora…Não se desmereçam, porque estão em Manaus”, disse emocionada.
De Parintins, os jornalistas Carlos Alexandre, Geandro Soares, Marcos Felipe e Júnior Ferreira participaram da programação.
Os Jornalistas parintinenses Geandro Soares, Carlos Alexandre, Marcos Felipe e Junior Ferreira participaram do evento. Foto: Arlesson Sicsu.

 

 

 

 

você pode gostar também