-Publi-A-

Jovem desaparece e deixa carta de suicídio para a mãe

Eldiney Alcântara | 24 Horas

[email protected]

A menor Fernanda da Silva Santarém, 16 anos, moradora da rua 09 no Paulo Corrêa, está desaparecida deste a última sexta-feira, 09, quando foi vista por imagens de câmeras de segurança na companhia de dois jovens desconhecidos. Ela deixou uma carta à família informando que iria se suicidar.

A mãe da menina, a autônoma Patrícia Macêdo, conta que pelas imagens das câmeras Fernanda se encontra na madrugada de sexta-feira, às 00:50h, com dois jovens ainda não identificados. Ela abraça um deles e é apresentada ao outro. O encontro acontece na esquina da rua 9 com a Avenida Penetração, na União. Em seguida, eles caminham em direção ao bairro.

Patrícia conta que recebeu informações que sua filha tinha sido vista na sexta-feira, às 12h, em um comércio no bairro Santa Clara. Ela está conferindo essa informação. O Corpo de Bombeiros faz buscas na área de mata atrás do bairro União, uma vez que pessoas afirmam ter visto os jovens caminhando naquela direção. Desde a data, o celular de Fernanda está desligado e o WhatsApp foi desativado.

Fernanda da Silva Santarém estuda Administração no IFAM (Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Amazonas) e, segundo a mãe, “nunca apresentou maus hábitos”. A menina passava o dia em casa, na grande maioria das vezes com o celular na mão, jogando um jogo popular entre a juventude “Free Fire”. “Ela não saía de casa, não ía nem na mercearia sozinha. Ela não gostava de andar sozinha. Isso que me deixa mais apreensiva”, conta a mãe da menor.

Patrícia registrou o desaparecimento na Delegacia Interativa de Polícia de Parintins, DIP, e o no Conselho Tutelar. Quem tiver alguma informação sobre o paradeiro de Fernanda da Silva Santarém pode entrar em contato pelo número 991220367.

Na Carta deixada à mãe, Fernanda informa que vai cometer suicídio:

“Mãe desculpa por não ser forte como a senhora. Mas, eu não aguento mais. A senhora foi sempre uma inspiração para mim. A senhora é forte, mas eu não sou. Eu tenho problemas e não sou perfeita. Eu sei que eu não sou a filha que você queria, me perdoe por ser assim. Foi por isso que eu tomei essa decisão de me suicidar. Eu cansei de ser uma decepção para a senhora.

Desculpa mãe por não ser forte.

Te amo muito

você pode gostar também