-Publi-A-

Justiça decreta prisão preventiva do suspeito de matar açougueiro a tiros em Parintins

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

A juíza Juliana Arrais Mousinho, titular da 1ª Vara da Comarca de Parintins, decretou na tarde desta quarta-feira (10) a prisão preventiva de Ruan Felipe Batista Ribeiro, conhecido como Pão Bolo, suspeito de matar com dois tiros o açougueiro Ocimar Lázaro da Silva, de 35 anos, em um assalto feito na manhã de domingo (07). Ruan já havia se entregado na 3ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) na terça-feira (09) acompanhado de um advogado. Júlio Cesar Guerreiro, suspeito de envolvimento no latrocínio foi preso no domingo, horas depois do crime, pelas polícias Civil e Militar.

“A prisão preventiva de Ruan saiu agora pouco. Em razão da pressão popular ele acabou se apresentando na delegacia, já tomou ciência da prisão e ficará a disposição da Justiça”, informou a delegada Alessandra Trigueiro.

Entenda o caso

Ocimar Lázaro da Silva. Foto: Reprodução.

Ocimar foi morto na manhã de domingo ao reagir ao assalto no açougue onde ele trabalhava, situado na esquina da Avenida Nações Unidas com a Rua Gomes de Castro, Centro, próximo ao curral do Boi Caprichoso.

Em depoimento para a polícia, a testemunha principal disse que Ruan Felipe e Júlio Cesar Guerreiro chegaram ao estabelecimento em uma moto modelo titan. Ainda segunda a testemunha, o anúncio do assalto foi feito por Ruan Felipe que foi surpreendido ao Ocimar reagir. Diante disso Ocimar, de posse de uma faca, travou luta corporal com os dois acusados e Ruan efetuou vários disparos no estabelecimento atingindo dois no tórax da vítima que perfuraram o coração. Ruan fugiu na motocicleta deixando o comparsa para trás. Ocimar chegou a ser conduzido pela Central de Resgate ao Hospital Padre Colombo, mas já estava morto.

Júlio Cesar Guerreiro. Foto: Reprodução.

Júlio Cesar foi encontrado pelas polícias Civil e Militar em cima do Centro de Costura Dona Cota, localizado na Avenida Nações Unidas, a poucos metros de onde ocorreu o crime. Júlio se entregou para a polícia e ficou ferido ao cair do telhado. O suspeito foi conduzido ao Hospital Padre Colombo onde passou por um procedimento cirúrgico e está internado.

você pode gostar também