-Publi-A-

Justiça: mulheres saem às ruas de Juruti (PA) em manifestação à vítima de estupro

Eldiney Alcântara | 24 Horas

[email protected]

Vestidas de preto, empunhando cartazes e gritando por justiça, mulheres de Juruti, no Pará, foram às ruas da cidade nesta sexta-feira, 26, em manifestação e solidariedade à jovem de 19 anos que afirma ter sido violentada e estuprada dentro da própria casa. O ato pede agilidade no caso que tem os suspeitos soltos e a vítima presa no leito de um hospital.

A manifestação reuniu familiares e amigos da vítima, que no sábado passado, 20, teve que ser encaminhada às pressas para Santarém- PA, após uma overdose de medicamentos. “Minha irmã tentou suicídio. Tomou todos os seus remédios depressivos”, contou a irmã da vítima.

Durante a manifestação, a irmã da vítima pediu rapidez nas investigações do caso. “Estamos aqui para gritar por Justiça.


Como todas aqui bem sabemos, a minha irmã foi vítima de um estupro dentro de nossa própria casa, e sabemos quem são os culpados. Sabemos quem são os estupradores. São pessoas que conviviam em nosso meio, são pessoas em que um dia chamamos de amigos”, delatou.

“Para estuprador independe sua roupa, independe o lugar, independe sua idade ou sua sobriedade, basta você ser MULHER. Eles nos olham como carne, meros objetos descartáveis.

Não somos fêmeas alvo de caça, somos mulheres e somos fortes, VAMOS SER OUVIDAS. Estamos aqui exigindo Justiça”, desabafou nas redes sociais.

O caso

A jovem de 19 anos afirma que na madrugada de sexta-feira, 19, foi violentada e estuprada dentro da sua casa por dois jovens amigos da irmã dela. À polícia, ela contou que os suspeitos foram autorizados a entrar na casa pela própria irmã e bebia com eles.

No relato, a vítima conta que, após ingerir bebida alcoólica, ficou embriagada e dormiu no sofá da sala. Quando acordou estava sendo molestada, tentou se defender, mas foi agredida e estuprada pelos acusados. Os suspeitos negam o crime. A polícia atua no caso, que transcorre em segredo de justiça.

você pode gostar também