-Publi-A-

Lírio Parisotto chama Luiza Brunet de hipócrita e posta declaração de “testemunha”

Luiza Brunet acusa o ex-namorado, o empresário Lírio Albino Parisotto, de tê-la espancada durante uma viagem a Nova York (EUA), em maio. Foto: Divulgação

O empresário que é segundo suplente do senador Eduardo Braga (PMDB) pediu cuidado com os prejulgamentos e afirmou que a ex- modelo é muito agressiva.  

Da Redação | 24 horas

[email protected]

Parintins (AM) – Depois da grande repercussão em torno da agressão sofrida pela ex-modelo e atriz Luiza Brunet, que acusa o ex- namorado, o empresário Lírio Parisotto suplente do senador Eduardo Braga (PMDB) na mídia nacional. Ele se pronunciou sobre o caso, por meio de uma rede social no fim da tarde desta segunda-feira, 4.

Em sua postagem ele afirma que foi agredido pela ex- namorada e que precisou levar 10 pontos. Parisotto chamou a modelo de hipócrita e que está sendo julgado sem saber o motivo. “Cuidado com os prejulgamentos ela é muito agressiva. Criatura hipócrita. Como estou sendo julgado e por incrível que pareça condenado sem saber do que se trata…”, disse.

Ele ainda postou a declaração de quem, segundo ele, seria de uma testemunha que comprovaria a violência da ex-namorada.

Luiza Brunet
Luiza Brunet

Para lembrar

Luiza Brunet acusa o ex-namorado, o empresário Lírio Albino Parisotto, de tê-la espancada durante uma viagem a Nova York (EUA), em maio. Parisotto teria perdido o equilíbrio durante o jantar e, na volta ao apartamento do empresário, desferido um soco e pontapés contra a ex-modelo, na madrugada de 21 de maio, da qual Luiza sairia com o olho roxo e quatro costelas quebradas.

“Eu sempre tive uma família estruturada e sempre fui discreta em minha vida pessoal. É doloroso aos 54 anos ter que me expor dessa maneira. Mas eu criei coragem, perdi o medo e a vergonha por causa da situação que nós, mulheres, vivemos no Brasil. É um desrespeito em relação à gente”, disse ela à coluna de Ancelmo Gois, do jornal carioca O Globo. “O que mais nos inibe é a vergonha. Há mulheres com necessidade de ficar ao lado do agressor por questões econômicas, porque está acostumada ou mesmo por achar que a relação vai melhorar.”

Lírio Parisotto é presidente da Videolar Innova, empresa que atua na área de derivados de petróleo. Ele é um dos homens mais ricos do mundo, com fortuna estimada pela Forbes em cerca de 4 bilhões de reais.

você pode gostar também