-Publi-A-

Lista do TCE tem políticos, ex-presidentes de Garantido, Caprichoso e até o Bispo de Parintins

A lista do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas, relacionando os agentes públicos com algum impedimento de participar da eleição 2018 apresentada na segunda-feira 26, até parece o samba do crioulo doido. Prefeitos, ex-prefeitos, ex-diretores de escolas, bispo, pastor, advogado, comunista, petista, militar e até pessoas mortas. Tem de tudo um pouco.

De longe os campeões da lista são o ex-super secretário estadual de Cultura Robério Braga, o ex-secretário da SEPROR Eron Bezerra (PCdoB) e o atual deputado Federal Gedeão Timóteo (PMDB). O ex-vereador Arlindo Junior, o pastor e militar Dan Câmara (irmão do deputado Federal Silas Câmara), Antônio Ademir Stroski ex-diretor do IPAAM Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas, o ex-gestor da SEDUC Rosiele Soares, a ex-presidente da MANAUSTUR Lívia Regina Prado de Negreiros Mendes são outros na lista dos inelegíveis.

No Baixo Amazonas o ex-prefeito Mecias Sateré da cidade de Barreirinha aparece com cinco conta reprovadas no TCE. Mecias tenta se viabilizar para pré-estadual.
Na cidade de Boa Vista do Ramos, o ex-prefeito e pastor Elmir Lima Mota o Freedon esta impedido.

O mesmo impedimento tem o ex-prefeito da Cidade de Nhamundá Mário Paulain que não conseguiu aprovar as contas no TCE.

BISPO DE PARINTINS NA LISTA

Na cidade de Parintins além do prefeito Frank Luiz da Cunha Garcia, o Bi Garcia, com duas contas desaprovadas , a surpresa foi mesmo aparecer o nome do Bispo da Diocese de Parintins Dom Giuliano Frigeni. O Número do Processo é 1018/2014 e trata de convênio entre a Diocese e o Governo Estadual. Esse processo foi julgado no dia 17/10/2017. A reportagem manteve contato com o Bispo Dom Giuliano que marcou horário na Cúria Diocesana para falar sobre o tema. Pois a Diocese e nem ele foram notificados pelo TCE.

Já as contas de Bi Garcia reprovadas tratam da segunda gestão dele em Parintins (2009/2012). Em contato com o site ParintinsAmazonas o prefeito Bi Garcia afirmou está equivocada o nome dele na lista do TCE. Segundo Garcia um dos processos esta anulado e o outro vai para novo julgamento. “Estamos recorrendo nesta terça-feira no TCE para o meu nome ser retirado dessa lista já na próxima publicação”, disse por telefone.

Além do Bispo Dom Giuliano e do prefeito Bi, aparecem na relação do TCE-AM, o ex-presidente da Câmara (2005/2006) Tony Albuquerque, o ex-presidente do Garantido Walteliton Pinto o Telo, o ex-presidente da Associação Cultural Amigos do Garantido Marco Aurélio de Medeiros Cursino, o ex-presidente do Caprichoso Carmona Oliveira, Evaldo Apolônio o Shaolin da Associação das Quadrilhas e Danças de Parintins, o ex-vereador Ray Cardoso o Cabeça que foi presidente da Liga Independente dos Blocos Carnavalescos de Parintins estão com processos e contas reprovadas. Todos relacionados podem sair da lista do TCE na próxima divulgação, dependendo de sanar as pendências.

Ex-diretores do SAAE de Parintins

Na lista do Tribunal de Contas, consta os ex-gestores do Serviço Autônomo de Águas e Esgotos – SAAE: Mauricio Vianna, Lourenço Castro e Samarone Moura com processos e contas reprovadas.

MORTOS NA LISTA

A primeira lista do TCE-AM veio com ao menos três políticos que já morreram: o ex-prefeito Washington Luis Régis de Manacapuru tem Número Processo:2333/m di ano de 2014. O ex-presidente da Câmara de Parintins Everaldo Silvério Batista processo 11408/2016. O ex-presidente da Câmara de Boa Vista do Ramos Marlon Trindade Teixeira processo 2423/2012.

Régis faleceu em 2016, Everaldo foi assassinado no mês de feveiro de 2018 e Marlon faleceu em Manaus no mês de março.

LISTA AQUI 

Com informações do Parintinsamazonas

você pode gostar também