Livro de escritor expõe lado sombrio de parir

O escritor capixaba Maxwell dos Santos denuncia casos de violência obstétrica sofridos por mulheres e levanta a bandeira pela humanização do parto, ganha nova edição em 2018.

Comensais do Caos é um livro de contos que denuncia casos de violência obstétrica praticada por operadores da saúde, através das histórias das jovens Adriane, Isadora, Camilla e Débora. O objetivo de Comensais do Caos é lutar pela humanização do parto, enfatizando o protagonismo da mulher em tal processo fisiológico e autonomia da mesma em decidir como quer e onde quer parir.

A obra foi prefaciada pela assistente social e doula Graziele Duda e apresentada pela psicóloga e educadora perinatal Bianca Martins.

Segundo uma pesquisa da Fundação Perseu Abramo, uma em cada quatro mulheres é vítima de violência obstétrica durante o parto no Brasil. O Brasil é o país recordista mundial de cesarianas. Dados da Fiocruz apontam que 52% dos partos feitos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) são cesáreas, chegando a 88% na rede privada – índices muito superiores aos 15% recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Lançado em 2014 em meio digital e em 2015 em meio físico, Comensais do Caos ganha uma nova edição revisada pelo autor e com notas de rodapé.

O livro é uma ferramenta para que as mulheres não fiquem caladas face aos abusos praticados pelos profissionais da saúde no período mais sublime de suas vidas, o dar à luz.

A obra está disponível para download gratuito no site do livro, em http://bit.ly/comensaisedicao2018.

Sobre o autor

Natural de Vitória/ES em 1986 e mora na referida cidade. É jornalista, designer gráfico e servidor público da Prefeitura de Cariacica desde 2017. É técnico em Multimídia pelo CEET Vasco Coutinho, licenciando em Letras/Português pelo IFES. É autor dos livros 24 horas de Anna Beatriz, Ilha Noiada, Melanie, Amyltão Escancarado, Comensais do Caos, #cybervendetta eEmpoderando-se.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here