Luana Piovani rebate críticas de Geisy Arruda sobre falta de depilação: ‘Rindo’

A modelo alfinetou a nova capa da ‘Playboy’ e ainda afirmou ter feito fotos mais bonitas e ousadas na ‘Sexy’: ‘Já que é pra fazer, a gente faz direito. Não brinco em serviço’

Luana Piovani exibe as curvas em fotos nua para a capa da revista “Playboy” e Geisy Arruda estampa a “Sexy” do mês de abril. As duas disputam nas bancas o maior número de vendas dos ensaios sensuais. As comparações entre elas foram inevitáveis e as trocas de farpas também. Enquanto a atriz de 39 anos ganhou um cachê generoso e ficou nua de maneira sutil, a ex-estudante universitária posou de forma mais ousada.

Em entrevista ao jornal “Extra”, Geisy conta que se achou parecida com a mulher de Pedro Scooby. “Ainda bem que divulguei primeiro, senão iam falar que eu copiei”, alfinetou a modelo, que ironizou sobre a falta de depilação de Luana nas fotos: “Me chamou um pouco a atenção, porque geralmente as mulheres se depilam, né?”.

E as provocações não param por aí. A modelo afirmou também ter feito fotos mais bonitas que a atriz: “Eu preferi ousar um pouco mais e sair do champanhe, da lingerie, do véu e pegar uma coisa mais selvagem. Estou muito mais bonita. O meu tem um ensaio mais completo, porque já que é pra fazer, a gente faz direito, já mostra tudo, porque eu não brinco em serviço.”

Sem rodeios, a atriz, que lançou a revista com look poderoso assinado pelo mesmo estilista da apresentadora Sabrina Sato, não ficou calada diante das provocações de Geisy. Ao ser informada por um seguidor na rede social sobre os comentários da modelo, ela rebateu as críticas: “Rindo até o mês que vem”.

Luana já havia declarado que faria fotos mais sensuais e escolheria o que mostrar

Em uma coletiva de imprensa, a atriz já havia declarado por que topou posar nua aos 39 anos. “Agora tem um viés mais poético e de arte, é uma coisa sensual, despida. Você escolhe um fotógrafo, faz um ensaio lindo e você decide o que quer mostrar. E é exatamente isso que me dá tesão de fazer Playboy agora. Ninguém te obriga a nada”.

“A mudança de conceito trouxe uma nova cara para a Playboy e foi aí que me encantei. Hoje a revista convida as mulheres para fazerem o ensaio e elas fazem da forma que querem e mostram o que querem. E é para isso que estamos lutando. Porque o corpo é nosso e fazemos com ele o queremos”, finalizou.

Da Purepeople

você pode gostar também